MC Poze é acusado de homofobia: ‘a gente aqui não gosta de veado’

foto: reprodução/Instagram

O jovem Felipe Durkheim acusou o funkeiro MC Poze do Rodo de homofobia neste último sábado. Felipe fez uma publicação no Instagram de um foto ao lado de Poze com uma nota explicando a situação de quando foi expulso de uma festa do cantor, pelo simples fato de ser gay.

De acordo com Felipe, durante um baile no Cidade de Deus, Poze teria convidado ele e outras meninas para uma festa particular depois que acabasse a apresentação. O problema é que depois de estarem na resenha privada, Poze teria expulsado o jovem, e dite que ali não gostavam de gay.

“Quando ele [Poze] me viu ele me chamou no quanto e perguntou com quem eu estava, falei que estava com 2 amigas, ele falou com essas palavras: ‘te da o pprt a gente aqui não gosta de viado não, pega suas coisas e vai embora’. Eu falei tudo bem, me vesti, chamei as meninas para pegar a chave e ir embora. Nisso ele chamou elas e falou que eu até poderia ficar, mas n na piscina por conta da minha sexualidade”, contou Felipe.

Felipe disse ainda que os amigos e Poze pegaram contato dele para marcar outras festas e ainda insistiram para que Felipe e as meninas não fossem embora. As amigas de Felipe decidiram deixar o local em apoio ao jovem, porque ficaram chateadas com a situação de homofobia.

“Isso serve de lição pra gente não admirar vários artistas sem conhecer o seu pessoal de pertinho. E principalmente você Mc Poze do Rodo, pelo fato de vir da favela esperava mais respeito e humildade. Pra um ser humano assim só desejo luz e que seja muito abençoado, e que Deus possa purificar seu coração”, completa a nota.

Mc Poze

Pelo istories do Instagram, Mc Poze, se pronunciou sobre o caso, que chamou de fofoca. “Vocês também ai da internet tudo que sai nosso ai vocês querem, reponde isso responde aquilo… Manda provar o que sai de nós. Toda hora sai um bagulho meu, Poze isso, Poze aquilo e ninguém prova p*** nenhuma”, disse o cantor.

Da redação – Manaus Alerta