Médica morde e arranca língua de estuprador ao ser atacada em hospital

16907
Reprodução/ The Sun

Um homem de 32 anos teve parte da língua arrancada após tentar beijar uma médica à força em um hospital localizado na África do Sul. As informações são dos sites BHAZ e THE SUN.

O suspeito entrou na unidade de saúde como se fosse um paciente e, em determinado momento, acessou uma área em que os profissionais do local descansam durante seus intervalos. Ele atacou a vítima enquanto ela dormia, mas levou a pior.

De acordo com o The Sun, o homem que atacou a médica foi preso em outro hospital enquanto procurava ajuda. Ele chegou ao endereço depois de sair correndo do local do ataque. Várias marcas de sangue teriam ficado espalhadas por corredores e um alerta com as características do homem foi repassado às autoridades e equipes médicas de outros hospitais.

A polícia local explicou à publicação que a mordida foi tão grave que parte da língua do homem foi arrancada. Ele foi encaminhado para um especialista e passou por cirurgia plástica ainda sob escolta de guardas. De acordo The Sun, o suspeito deve ser levado à justiça e enfrentar um julgamento logo que estiver recuperado. O caso ocorreu na cidade de Bloemfontein.

“É pela graça de Deus que a médica teve forças para revidar e morder o suspeito. Ela está atualmente passando por exames médicos e aconselhamento”, contou um porta-voz do departamento de saúde local.

FONTES: BHAZ e THE SUN