Polícia

Menina de 12 anos mentiu sobre estupro para os pais não descobrirem que ela estava com o namorado

A adolescente foi encaminhada até a Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (DEPCA).
Redação
Postado por Redação

Francimar Bezerra da Cruz, de 40 anos, viveu a pior semana de toda a sua vida. No dia 11 de outubro deste ano, ele foi preso em flagrante por policiais militares, acusado de estuprar uma menina de 12 anos, no Conjunto Jardim Paulista, bairro Aleixo, Zona Centro-Sul de Manaus. A história foi desmentida pela garota e ele foi solto nesta segunda-feira (16).

Os pais da adolescente foram atrás de imagens de câmeras de segurança e encontraram algumas inconsistências na fala da filha, e então descobriram que ela havia mentido.

No horário que ela afirmou ter acontecido o estupro, ela estava matando aula para ficar com o namorado.

Ainda hoje, o advogado de Francimar irá falar com a equipe do Manaus Alerta para dar mais detalhes do caso, já que desde que foi apontado como autor de um crime grave, tem sido perseguido e constrangido o tempo todo.

O crime

No dia 11, por volta de 7h, a menina havia relatado em depoimento na Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (DEPCA) que estava à caminho da escola quando foi abordada pelo homem, que em seguida a levou para uma casa. Ele a trancou lá, e à tarde, retornou e cometeu o crime.

A garota disse ainda que depois que foi liberada, já na madrugada, contou aos pais o ocorrido e apontou para a PM o local onde o homem, que é inocente, estava. E então após a prisão, ele foi levado para a DEPCA.

Comentários

comentários


Deixe um comentário