Amazonas

Menina nega que teria sido estuprada em barco, ao sair para comprar pão, em Parintins, diz PC

fotos: reprodução

Uma menina que não teve a identidade revelada teria negado que foi estuprada no interior de uma embarcação que estava atracada no porto, após sair na manhã desta segunda-feira (7), para ir ao comércio, em Parintins (a 369 quilômetros em linha reta da capital).

O delegado Adilson Oliveira, titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Parintins, disse que após tomar conhecimento do ocorrido, as equipes de investigação da DIP saíram à procura da menina e a localizaram em sua residência.

A menina passou por exames médicos que não constataram abuso ou qualquer indício de violência, e, também passou por entrevista psicológica, mas não confirmou a prática do crime.

Em nota enviada ao Manaus Alerta, a Polícia Civil do Amazonas informou que não foi registrado nenhum Boletim de Ocorrência (B.O).

Portal Manaus Alerta