Cidades

Merenda escolar já tem estoques até o meio do ano e conta com mais produtos regionais

Ao todo, a Seduc vai aplicar na merenda escolar em 2018 mais de R$ 132 milhões em todo o estado amazonense- foto: Aguilar Abecassis
Redação
Postado por Redação

Com abastecimento em dia, o Governo do Amazonas, por meio da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS), aumentou em 40% o investimento no Programa de Regionalização da Merenda Escolar (Preme), que completa a necessidade de alimentação da rede estadual de ensino da capital e do interior. Em 2018, a ADS, por determinação do governador Amazonino Mendes, vai investir um total de R$ 62 milhões na compra de produtos regionais para abastecer escolas da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc).

Além dos produtos regionais, a alimentação escolar, que beneficia 445.731 estudantes de 599 escolas da capital e interior, conta com produtos secos perecíveis, como arroz e feijão, que são adquiridos com recursos estaduais e do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). No Centro de Distribuição coordenado pela Seduc, há estoques disponíveis para até julho deste ano.

De acordo com o presidente da ADS, Lúcio Flávio do Rosário, o Preme é responsável por disponibilizar à Seduc cerca de 50 itens relacionados aos alimentos perecíveis, como frutas, legumes, peixes e carnes, para serem utilizados na alimentação escolar de 245 unidades na capital e 64 na Região Metropolitana de Manaus (RMM). Com a ampliação das aquisições, o número de produtores beneficiados no estado saltou de 200, no ano passado, para 600 este ano.

Centro de Distribuição

Por semana, são redistribuídas 200 toneladas do Centro de Distribuição (Cross Docking) do Preme/ADS, localizado na avenida Torquato Tapajós, bairro Flores, zona centro-sul, às unidades educacionais.

Abastecimento

De acordo com a gerente de alimentação escolar da Seduc, Socorro Medeiros, o Centro de Distribuição coordenado pela secretaria, localizado na avenida Cosme Ferreira, zona leste, responsável pela distribuição dos alimentos secos, como arroz, feijão, está com a capacidade completa, podendo atender todas as escolas da capital amazonense pelos próximos quatro meses. Toda a capital amazonense foi abastecida com a merenda escolar regularmente, conforme a gerente.

Ao todo, a Seduc vai aplicar na merenda escolar em 2018 mais de R$ 132 milhões em todo o estado amazonense.

Interior A Seduc disponibilizou aos 61 municípios recursos para a aquisição da merenda escolar na própria cidade, transferindo o dinheiro para as Coordenadorias Regionais dos Municípios. Conforme a Seduc, para os meses de fevereiro, março e abril, um montante de R$ 5,8 milhões será distribuído em etapas para os municípios, conforme a proporção de alunos. A medida se dá em razão da conclusão do processo licitatório para a logística de distribuição, em sua totalidade, de merenda escolar em todo o interior.

Com informações da assessoria

Comentários

comentários

Deixe um comentário