Militar mantém mulher e filhos reféns na zona norte do Rio

Tenente-coronel estava com a sua esposa e seus dois filhos gêmeos no apartamento do casal na Rua Cerqueira Daltro; Bope negocia a libertação. (Foto: Arquivo pessoal)

O tenente-coronel do Exército que mantinha a família refém em Cascadura se entregou à polícia pouco antes das 10h desta quarta-feira. O militar, identificado apenas como André Luiz, de 50 anos, estava com a esposa, Luciana Arminda, 45, e os filhos, 11, dentro da residência do casal, que fica Condomínio Califórnia Park, desde às 20h de ontem.

Policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) negociaram a rendição do tenente-coronel. “O protocolo foi seguido. Ele se entregou e está sendo conduzido para a delegacia no momento e a família está sob os cuidados”, contou o porta-voz da PM, o coronel Mauro Fliess.

De acordo com vizinhos, o tenente-coronel é muito ciumento e se descontrolou após desconfiar que estava sendo traído pela mulher.

Um vizinho que preferiu não se identificar disse ao jornal O Globo que, horas antes da movimentação dos policiais no local, a mulher gritava por ajuda enquanto era agredida. O militar mantém a família refém desde as 20h desta terça-feira.

“A situação aqui é muito tensa. Ele sacou uma arma e está ameaçando a mulher e os filhos. Ele já tem histórico aqui no prédio de brigar com a esposa. Vizinhos já o viram agredindo a mulher”, disse a fonte. Pouco antes das 7h de hoje, um casal entrou no prédio após conversar com policiais. Ainda não há informações se essas pessoas são parentes ou não dos reféns .

Parentes da mulher informaram que há um ano ela tenta se separar do tenente-coronel e já fez vários boletins de ocorrência contra ele.

*Com informações do IG