Brasil

Ministro concede liberdade a mulher presa por furtar miojo

Foto: STJ

O ministro Joel Ilan Paciornik, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), concedeu um habeas corpus para a mulher presa por ter furtado dois pacotes de miojo, uma Coca-Cola de 600ml e um pacote de suco em pó, em São Paulo.

A decisão foi proferida às 22h da última terça-feira (12/10), em um habeas corpus impetrado pela Defensoria Pública do Estado de São Paulo, que representa a mulher. O ministro não admitiu da ação por questões formais, mas concedeu um habeas corpus de ofício para determinar a soltura da mulher.

Em 29 de setembro, a mulher, de 41 anos, furtou os alimentos que totalizaram R$ 21,69 de um supermercado na Vila Mariana, zona sul da capital paulista.

Ela foi presa em flagrante, e a Defensoria Pública de São Paulo pediu para soltá-la na Justiça – pedidos que foram negados tanto em primeira instância quanto em segunda, pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. A justificativa para manter a mulher presa foi que ela é reincidente no crime de furto.

Confira a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta