Moradores relatam pânico em tiroteio que feriu um homem e matou um cachorro no São Lázaro

263
foto: divulgação

Um intenso tiroteio assustou os moradores da rua Vicente Torres, no bairro São Lázaro, Zona Sul de Manaus na noite de terça-feira (8). A ocorrência foi registrada por volta das 20h30, onde testemunhas relataram à polícia, que pelo menos cinco veículos se aproximaram e os ocupantes dos carros iniciaram a ocorrência que parecia uma verdeira guerra na disputa do comando do tráfico de drogas naquela área. Um homem foi baleado e um cachorro foi fuzilado na ação dos criminosos.

A troca de tiros durou poucos minutos. Os policiais militares da 7ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), chegaram a tempo evitando o que podia ser mais uma carnificina na cidade.

A reportagem do Manaus Alerta recebeu fotos e ouviu relatos dos moradores que presenciaram o tiroteio.

“Foi horrível e tudo muito rápido. Eles atacaram na hora em que não tem muita movimentação na rua, ainda mais no início de semana. Por sorte tenho o costume de me recolher cedo, mas foi uma verdadeira guerra”, relatou um morador que não quis ser identificada por medo de represálias.

Outros relatos de moradores do Beco São José, local onde iniciou a troca de tiros, disseram conviver com medo o tempo todo. A área já foi tomada pelo tráfico de drogas e temem por uma tragédia pior. “Quando chega a noite o clima é tenso, por isso, acostumei a fechar as portas de casa às 19h. Temo pelo pior”, contou N.G.R.

Na manhã desta quarta-feira (9), foi possível mensurar os estragos causados. As paredes das casas tiveram marcas de balas e projéteis foram encontrados nas proximidades do beco. O homem baleado foi identificado com Gustavo Hamilton Freitas da Rocha, de 20 anos, e encaminhado para o hospital João Lúcio, na Zona Leste da capital. Não há informação sobre o estado de saúde da vítima.

A Polícia Civil irá investigar o caso, mas não descarta a hipótese de que uma facção rival iniciou a troca de tiros pois, pretendiam tomar a área de tráfico, além disso, moradores disseram ouvir gritos dos atiradores exaltando sua facção.

Gustavo Hamilton Freitas da Rocha, de 20 anos, durante o tiroteio – (Foto: Divulgação)

Por Equipe Manaus Alerta

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui