Morre Gerson King Combo, considerado Rei do Soul no Brasil

Foto: Reprodução/Instagram

O tagram Gerson King Combo morreu na noite de ontem (22), aos 76 anos, por complicações do diabetes e infecção generalizada. Considerado o Rei do Soul no Brasil, ele era reconhecido como um dos principais nomes da música negra no país.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, ele morreu horas depois de dar entrada no Hospital Municipal Francisco da Silva Telles.

Nascido em 1943, no Rio de Janeiro, Gerson King Combo adotou seu nome artístico em homenagem ao grupo de jazz King Curtis Combo, dos Estados Unidos. Antes disso, chegou a assinar composições como Gerson Côrtes, mesmo sobrenome de seu irmão, Getúlio Côrtes, que compôs o sucesso Negro gato.

Segundo o Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira, Gerson foi convidado pelo irmão para trabalhar como coreógrafo do programa “Jovem Guarda”, apresentado por Roberto Carlos. Anos depois, ele também foi convidado por Chacrinha para coreografar a dança das chacretes.

Ainda de acordo com o dicionário, Gerson esteve entre os artistas que fizeram parte do Movimento Black Rio, que fazia shows no subúrbio da capital fluminense nos anos 1970 e contava também com nomes como Tony Tornado, Carlos Dafé, Sandra de Sá, Don Salvador, Tim Maia, Tony Bizarro, Lady Zú, Cassiano e Os Diagonais.

Antes de seguir carreira solo, Gerson cantou nas bandas de Wilson Simonal e Erlon Chaves e ajudou a fundar a Banda Black Rio.

Em 2009, Gerson King Combo esteve ao lado de outros grandes nomes das artes no Brasil ao receber a Ordem do Mérito Cultural do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em uma cerimônia que homenageou também o compositor Heitor Villa-Lobos, cuja morte completava 50 anos.

Entre os homenageados naquele dia estavam os grafiteiros Otavio Pandolfo e Gustavo Pandolfo, internacionalmente conhecimentos como Osgemeos. O Instagram oficial da dupla postou uma mensagem em homenagem ao Rei do Soul nesta quarta-feira: “Descanse em paz, grande mestre Gerson King Combo”.

Entre outros artistas que homenagearam o cantor estão os cantores Buchecha, Rashid e Thayde. O grupo Racionais MC’s também usou o Twitter para desejar que Gerson King Combo descanse em paz, e o rapper Mano Brown, integrante dos Racionais, acrescentou que “Nossos heróis te aguardam”.

O velório do cantor e compositor da música negra está marcado para as 18h30 de hoje na Capela Santo Cristo, em Irajá, na zona norte do Rio de Janeiro. Já o sepultamento será amanhã (24), às 10h45, no cemitério do mesmo bairro, localizado na Praça Nossa Senhora da Apresentação, 198.

As informações são da Agência Brasil