Cultura e Entretenimento

Morre o radialista Rosivaldo Ferreira, da Difusora do Amazonas, com covid-19

foto: arquivo pessoal

O radialista Rosivaldo de Souza Ferreira, 77, morreu neste sábado, (10), em decorrência de complicações da Covid-19. Em mais de 50 anos de profissão, a voz de Rosivaldo tornou-se conhecida pela narração da “Oração da Manhã”, tocada diariamente e há décadas na abertura do “Jornal da Manhã”, da Rádio Difusora do Amazonas. O radialista também deu voz, ao longo dos anos, às chamadas da programação do grupo Rede Amazônica.

O prefeito de Manaus, David Almeida, se solidariza à família. “Perdemos uma das mais marcantes vozes do rádio amazonense, para este terrível vírus, que a cada dia destrói inúmeras famílias pelo mundo. Que Deus o receba em sua eterna morada, e seja, neste momento tão triste, o conforto da família e dos amigos”, declarou David.

Conforme informações de familiares, Rosivaldo estava internado no hospital e pronto-socorro 28 de Agosto, na zona Centro-Sul, desde a última terça-feira, 6, após apresentar agravamentos no quadro de saúde. Ele deixa esposa e cinco filhos.

Com informações da Prefeitura de Manaus

2 comentários

  • Rosivaldo não era da Difusora , apenas gravou umas vinhetas . Foi da TV Amazonas e atualmente era diretor de jornalismo da Rádio Cultura, (hoje Encontro das Águas )

    Apenas para retificando

    • Se falaram que ele é da difusora amiga como você diz que ele não era da difusora? Fala serio não fale as coisas sem saber. Os próprios amigos dele falaram que ele era da difusora é pronto

Deixe um comentário