Mourão diz que não tinha como prever o que ia acontecer em Manaus

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), afirmou, na manhã desta sexta-feira (15), que não tinha como prever o que está acontecendo em Manaus. A saúde na capital do Amazonas colapsou com o aumento de casos da Covid-19 e a falta de oxigênio para pacientes graves da doença.

“Você não tinha como prever o que ia acontecer com essa nova cepa que está ocorrendo em Manaus, totalmente diferente do que tinha acontecido no primeiro semestre”, argumentou o general.

Mourão disse que o governo federal está fazendo “além do que pode” para conter a crise no estado. “Manaus é a cidade mais populosa da Amazônia Ocidental, você só chega lá de barco ou de avião. Então, qualquer manobra logística pra você, de uma hora pra outra, aumentar a quantidade de suprimentos lá, requer meios. O governo está fazendo além do que pode, dentro dos meios que a gente dispõe”, justificou.

Confira a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta.