Mulher é agredida pelo companheiro e expõe caso nas redes sociais, em Manaus

6421
O agressor segue foragido, porém na manhã de hoje, ele começou a mandar mensagens para Nataly pedindo para ela retirar a denúncia- foto: divulgação

Familiares da analista de sistema Nataly Raquel Munoz Tizan, de 25 anos, procuraram o Portal Manaus Alerta, na manhã deste domingo (22), para denunciar o companheiro da jovem, identificado como Emerson Morais Paixão, 42, por agredir fisicamente a companheira nesta madrugada, após a vítima ir buscá-lo em uma festa a pedido dele, em uma casa de entretenimento no bairro Tarumã, Zona Oeste da capital. O casal estava morando juntos há seis meses.

Segundo informações da irmã da vítima, Diana Carolina Munoz, de 23 anos, o cunhado estava em uma festa e ligou para a esposa, que foi ao encontro do marido. “Quando ela chegou no local, ele estava muito bêbado e começou a brigar com ela verbalmente, depois veio as agressões com tapas, arranhões, chutes e socos. Ela ficou com muito medo e começou a gritar por socorro. Até que algumas pessoas chegaram no local e ele fugiu”, contou a autônoma.

Em seguida, a jovem procurou a Delegacia Especializada Contra Crimes a Mulher (DECCM) onde registrou o Boletim de Ocorrência (B.O), por Injúria e Violência Domestica.

 

Ainda conforme a irmã vítima, o agressor segue foragido, porém na manhã de hoje, ele começou a mandar mensagens para Nataly pedindo para ela retirar a denúncia.

“Ele mandou mensagem pra ela arrependido e pedindo para ela retirar a denúncia. Tá com medo de ser prejudicado no trabalho, já que ele trabalha em uma grande empresa no Distrito Industrial. Na conversa ele diz para a minha irmã não fazer isso com eles. Comportamento típico de um agressor “arrependido”, e querendo inverter os papéis” ressaltou a jovem.

Nas redes sociais, a vítima que já namorava com o agressor há 1 ano e dois meses, relatou o crime e espera por justiça.

Diana ainda ressaltou que é a primeira vez que o cunhado agride a irmã, mas que agressões psicológicas aconteciam sempre.

“Nunca achamos que isso vai acontecer com alguém da nossa família. Brigas todo casal tem, mas quando começam as agressões físicas, aí é hora de denunciar antes que o pior aconteça”, contou.

O caso está registrado na DECCM.

Por Equipe Manaus Alerta

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui