Foto: Reprodução

Uma mulher é acusada de espancar o colega de quarto até a morte com um martelo e esquartejar o corpo com uma serra. O motivo, segundo a polícia, seria porque a vítima teria matado o gato dela. As informações são do Metrópoles 

Anastasia Kh, de 41 anos, foi presa. A suspeita é de que ela tenha colocado os restos mortais do homem em cinco sacos de lixo, levando-os em diversas viagens a um ponto distante quase cinco quilômetros de onde o crime aconteceu, em Kirov na Rússia.

A mulher, então, queimou as partes do corpo, que foram encontrados por um homem que passeava com seu cachorro. Nas sacolas, estavam ossos das pernas, costelas, um ombro, partes da pélvis da vítima e pele humana, segundo os policiais.

Fonte Metrópoles