Mulher procura polícia e diz ser criança sequestrada há 16 anos

Foto: PC/PR

Uma mulher de 24 anos afirma ter sido sequestrada quando tinha 8 anos, em 2003. De acordo com a Delegacia de Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas (Sicride), ela reapareceu na cidade de Florestópolis (PR), no último sábado (7), e disse ser Luana Oliveira Lopes, dada como desaparecida há 16 anos.

A mulher conta que o sequestro aconteceu ao ser abordada por um caminhoneiro. Em relato, ela diz que caminhava com o irmão, na época com 10 anos, na rodovia PR-170. O homem abordou as crianças e as levou para o baú do veículo. O irmão mais velho foi deixado na estrada pouco tempo depois. Ele foi amarrado e espancado.

A investigação coletou material de DNA de jovem para confirmar o caso. Ela tem a mesma idade que a criança sequestrada teria atualmente. E também apresenta semelhanças físicas com a vítima raptada. A Polícia Civil, no entanto, espera o resultado do exame.

De acordo com nota divulgada pela Polícia Civil, também foi solicitado um exame prosopográfico, que realiza uma comparação entre fotografias faciais para verificar se duas imagens pertencem à mesma pessoa.

A mulher relata que passou a desconfiar da origem familiar quando uma tia afirmou que ela seria adotada. Ela reencontrou a sua suposta família biológica quando buscou na internet histórias de desaparecimentos e sequestros compatíveis com a sua idade.

As informações são do Metrópoles, parceiro do Portal Manaus Alerta