Cidades

Mulheres na Ciência: pesquisadoras da FVS-AM são selecionadas em programa da Fapeam

Foto: Kássio Moraes/FVS-AM

Pesquisadoras da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) foram beneficiadas com bolsas para pesquisa científica do Programa Amazônidas – Mulheres e Meninas na Ciência, iniciativa da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas – Fapeam, que tem o objetivo de fortalecer a representatividade feminina no meio científico, com a duração de um ano.

O programa visa auxiliar pesquisas inovadoras relacionadas a temas como saúde e bem-estar, consumo e produção responsáveis e energia acessível e limpa. O projeto da FVS-AM selecionado pela Fapeam intitula-se “Estudo da Viabilidade da Implementação de Telas Impregnadas com Inseticidas de Longa duração (TILD’s) e de identificação de unidades fontes e sumidouros com novas ferramentas para o controle da malária no estado do Amazonas”, que visa avaliar novas ferramentas para o combate à malária no Amazonas.

A subgerente de Entomologia (SGENTO/FVS-AM), e coordenadora da pesquisa selecionada, Érica Chagas, destaca a importância do projeto para o Estado.

“A malária é um problema comum na região amazônica, por conta disso, a FVS está sempre realizando pesquisas na intenção de avaliar ferramentas inovadoras que possam colaborar no controle à malária no Estado”, relatou Érica.

Em relação ao Programa Amazônidas, Érica conta que iniciativas como essas são essenciais para o empoderamento feminino no meio científico. “O projeto busca incentivar e valorizar as mulheres na ciência, então é uma chance de mostrar que somos capazes de realizar grandes pesquisas com resultados tão eficazes como as realizadas por homens”, ressalta.

Pesquisa

A pesquisa das TILD’s foi elaborada por Érica, em parceria com a responsável pela Gerência de Doenças de Transmissão Vetorial (GDTV/FVS), Myrna Barata, a bióloga do GDTV, Emily Silva, o Engenheiro Ambiental do GDTV, Jadson e a ex-estagiária e bióloga Arineia Soares.

Casos da doença – Até maio de 2021 foram notificados 17.311 casos de malária do Amazonas, contra 22.509 no mesmo período do ano passado, o que significa uma redução de 23% dos casos este ano.

Referência

A FVS-AM é a primeira fundação pública estadual do país a reunir as vigilâncias epidemiológica, ambiental, sanitária e laboratorial. O órgão funciona, para atendimento ao público, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio, Manaus. Os contatos são (92) 3182-8550 e 3182-8551.

Com informações da assessoria