‘Não se pode brincar com dinheiro público’, diz Arthur ao cobrar rapidez em obras

foto: Alex Pazuello

Em vistoria às instalações de duas novas creches, no Tarumã e Tarumã-Açu, zona Oeste, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, cobrou nesta terça-feira, 10, mais responsabilidade e agilidade na execução dos serviços, ao constatar que as obras apresentam atrasos. “Não dá para brincar com crianças, não dá para brincar com obra pública, não dá para brincar com dinheiro público”, disse em tom de alerta e preocupação.

O prefeito cobrou que as obras sejam entregues até o final do ano, para que não prejudiquem, aproximadamente, 3 mil crianças. “Tirei a manhã para fiscalizar obras, que têm o perigo de não ser entregues este ano. O prazo é até dezembro e o que tenho visto me deixa extremamente preocupado. Encontrei a obra parada e agora quero que eles coloquem trabalhadores nos três turnos, caso contrário, se não entregarem, terão responsabilização muito séria”, alertou o chefe do Executivo municipal.

Para dar continuidade e celeridade à obra, além de pedir que a empresa trabalhe nos três turnos, para atender ao prazo de entrega estabelecido, o prefeito determinou ainda que a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) assuma a correção na rede de drenagem do local, que estaria atrapalhando o andamento da construção.

“A MCA é uma empresa que realizou outras obras com o município, mas sempre apresenta um probleminha. Eu avisei a eles que se não entregarem em dezembro, mando-os para o Conselho de Ética, para que impeçam os danos e prejuízos para com o dinheiro público”, enfatizou Arthur Neto.

Cime Novo Aleixo

Em quarta visita consecutiva em menos de uma semana, o prefeito de Manaus também fiscalizou as obras do Centro Integrado Municipal de Ensino (Cime) Novo Aleixo, na zona Norte. Ele também havia cobrado da empresa responsável pela construção, celeridade nos trabalhos, para que o espaço seja entregue até o final do ano. Atualmente, os serviços no local estão com 48% de execução da obra.

“Eu me reuni com a empresa, que assumiu o compromisso de trabalhar nos três turnos, domingos e feriados, para entregar essa obra ainda este ano. Esse é um espaço útil para os alunos, uma oportunidade única de ver estudando aqui os filhos dos trabalhadores, que ajudaram a construí-la. Eu não permitirei que o Novo Aleixo fique sem essa maravilha de escola”, ressaltou Arthur Neto.

Os Cimes integram o Projeto de Expansão e Melhoria Educacional da Rede Pública Municipal de Manaus (Proemem), com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), de US$ 52 milhões. Em contrapartida, a prefeitura realizou a construção de sete creches. O modelo implantado em Manaus, com previsão de cinco funcionando já no ano letivo de 2021, tem o aval do Ministério da Educação (MEC), que pretende expandir para o resto do país.

Com informações da assessoria