Navio naufragado despeja toneladas de óleo nas águas das Ilhas Maurício, na África

Foto: AFP

Um navio de bandeira panamenha e operado por uma companhia japonesa naufragado despejou cerca de mil toneladas de óleo no mar das Ilhas Maurício, país da África Oriental de pouco mais de 1,3 milhão de habitantes. Estimativas apontam que aproximadamente 500 toneladas do produto foram retiradas do navio, mas ainda há 2.500 toneladas restantes na embarcação, com risco de vazamento no mar.

Segundo informações do G1, o vazamento ocorreu na quarta-feira (4) e, nesse domingo (9), a empresa japonesa Mitsui OSK Lines, uma das maiores companhias de navegação do mundo, divulgou um pedido de desculpas às Ilhas Maurício, segundo a agência de notícias Reuters, pelo desastre ecológico causado por um navio de sua frota.

A embarcação encalhou na costa sudeste do país africano, em 25 de julho, gerando o grande vazamento de óleo nos dias seguintes. O navio transportava 3.800 toneladas de combustível que começou a vazar no mar após o acidente em Pointe d’Esny, próximo ao aeroporto internacional de Maurício.“Pedimos profundamente desculpas pelos grandes problemas que causamos”, afirmou Akihiko Ono, vice-presidente executivo da Mitsui OSK Lines durante uma entrevista coletiva à imprensa, em Tóquio. Ele acrescentou que a empresa “fará tudo ao seu alcance para resolver o problema”.