ALEAM

Nejmi Aziz propõe ao governo o ensino da língua inglesa no 1º ao 5º ano do ensino fundamental

Foto: Hudson Fonseca/Aleam

A deputada Nejmi Aziz (PSD) protocolizou um requerimento na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALEAM), destinado ao governador do Estado, Wilson Lima (PSC), propondo um Projeto de Lei que institui o ensino da língua inglesa no 1º ao 5º do ensino fundamental no Estado do Amazonas.

O projeto de lei especifica que as formas de aprendizagem da língua inglesa, deverão ser dinâmicas e motivadoras, utilizando jogos, filmes e músicas que facilitem a interação dos alunos com o idioma. O PL também estabelece que compete à Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino do Amazonas (SEDUC), a responsabilidade de implementar nas escolas, o ensino do idioma.

A deputada Nejmi Aziz afirma que “o inglês pode ajudar as crianças na descoberta do mundo, além de proporcionar boas oportunidades acadêmicas e colaborar com o sucesso delas no futuro. Existem muitos benefícios no aprendizado do inglês durante a infância, uma vez que é biologicamente possível aprender uma nova língua em qualquer idade. Mas as crianças possuem uma maior facilidade, por isso é importante começarmos a ensinar o idioma desde cedo” destacou a parlamentar.

Com a exigência do mundo moderno, aprender um novo idioma se tornou uma das ferramentas mais importantes na atualidade. Pois o idioma permite um melhor aproveitamento, além de contribuir para o desenvolvimento cognitivo e social das crianças. O inglês também ajuda nas conquistas de boas oportunidades, especialmente na carreira acadêmica e profissional.

Segundo informações prestadas pela Secretaria de Educação, as escolas de tempo integral da rede pública estadual, já lecionam o ensino da língua inglesa para os alunos do 1º ao 5º. A propositura da deputada Nejmi propõe a ampliação desse ensino para as demais escolas do Amazonas, o que é fundamental para o sucesso acadêmico e profissional dos alunos. O requerimento proposto está em trâmite na Aleam e será votado após cumprir as formalidades legais.

As informações são da assessoria