Amazonas Polícia

No AM, mulher matou grávida e arrancou bebê da barriga porque não conseguia engravidar

O casal foi interceptado por volta das 9h, na orla de Itapiranga, no momento do desembarque, e estavam com o recém-nascido do sexo masculino.
Redação
Postado por Redação

Alex da Silva Carvalho, 18, e Joelma Queila Santana da Silva, 22, foram presos na manhã de hoje (19) após matar um jovem grávida de 37 semanas, e roubar o bebê dela, do sexo masculino. O crime revoltou moradores do município de São Sebastião do Uatumã, onde ocorreu o crime. Porém, o casal foi interceptado na orla de Itapiranga, no momento do desembarque, e estavam com o recém-nascido.

Veja também: Grávida é morta e tem bebê arrancado da barriga, em São Sebastião do Uatumã

O delegado João Cabral, titular da 38ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), contou que o casal relatou em depoimento, que eles encontraram a grávida em uma lanchonete. Em um momento de distração da vítima, Joelma colocou uma substância tranquilizante na bebida da jovem, que acabou desfalecendo.

Em seguida a jovem foi levada até uma área de mata, onde aconteceu o assassinato. Os criminosos utilizaram uma faca para a remoção do feto. A vítima morreu no local.

Questionados sobre a motivação do delito, Joelma argumentou que não conseguia engravidar e queria muito poder dar ao marido um filho do sexo masculino. Ela contou com a ajuda de Alex para conseguir o que queria.

Alex e Joelma foram autuados em flagrante por homicídio duplamente qualificado e permanecerão presos na 38ª DIP. O bebê foi levado ao hospital de Itapiranga e está sob os cuidados do Conselho Tutelar daquele município.

Comentários

comentários


Deixe um comentário