No Dia Mundial do Rim, Prefeitura faz campanha dirigida às mulheres

Estimativas da Sociedade Internacional de Nefrologia (ISN) apontam que a doença renal crônica afeta aproximadamente 195 milhões de mulheres em todo o mundo.

A Prefeitura de Manaus abre nesta quinta-feira (8), às 17h, no Teatro Amazonas, Centro, uma campanha para lembrar o Dia Mundial do Rim. Coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), o evento terá como tema “Saúde da Mulher – Cuide dos seus Rins”. Na ocasião, haverá panfletagem de folders informativos e atrações culturais levando ao conhecimento dos participantes, esclarecimentos sobre doenças renais.

O encerramento da campanha será no dia 25, das 8h às 12h, na Ponta Negra, onde serão ofertados serviços de aferição de pressão arterial, orientação nutricional, orientação medicamentosa para Diabetes Mellitus e Hipertensão Arterial, orientação com nefrologista e panfletagem.

O secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, explica que o objetivo da ação é chamar a atenção para a prevenção e o tratamento adequado das doenças renais. “Nós precisamos incentivar a prevenção para evitar complicações futuras, com foco na melhoria da qualidade de vida e na redução do impacto sobre os indivíduos, famílias e sistemas de saúde em geral”, observa Magaldi.

Situação Mundial do Rim

Estimativas da Sociedade Internacional de Nefrologia (ISN) apontam que a doença renal crônica afeta aproximadamente 195 milhões de mulheres em todo o mundo. No Brasil, existem, em torno de 19 milhões de pessoas com algum grau da doença renal.

Segundo a chefe do núcleo Hipertensão e Diabetes (Hiperdia) da Semsa, Sinara Mady Flores, considerando a análise do período de 2011 a 2014, as causas principais das insuficiências renais são o diabetes (53%), a hipertensão arterial (34%) e as doenças glomerulares sem diabetes (13%) como doenças de base, por isso a importância de prevenir a instalação e retardar a progressão da Doença Renal Crônica (DRC).

“Em Manaus estima-se que 13,8% da população acima de 20 anos têm chances de desenvolver a doença renal crônica”, alerta Sinara.

Acompanhamento

As Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município realizam o acompanhamento de doenças como hipertensão e diabetes, e acompanhamento e monitoramento do usuário, reforçando o tratamento dos fatores de risco para prevenir o avanço da Doença Renal Crônica e doença cardiovascular, prevenção farmacológica, com dispensa de medicações preconizadas, exames laboratoriais e vacinação.

Com informações da assessoria