Política

No governo de Eduardo e Marcelo o turismo “do outro lado da ponte” será fortalecido

Em Iranduba, Marcelo Ramos, realizou uma caminhada na Avenida Amazonas, onde explicou aos moradores os principais pontos do Plano Emergencial para tirar o Amazonas da crise- foto: divulgação
Redação
Postado por Redação

“Eduardo e eu iremos investir no potencial turístico aqui do outro lado da ponte. São obras simples, como a recuperação de ramais e a construção de orlas nos balneários, que mudam a vida das pessoas e ajudam a gerar emprego e renda dentro das comunidades”, declarou o candidato a vice-governador do Amazonas pela coligação “União Pelo Amazonas”, Marcelo Ramos (PR), neste domingo (23) na agenda de reuniões e caminhadas pelo município de Iranduba, na Região Metropolitana de Manaus.

Ao lado de lideranças comunitárias, Marcelo Ramos, visitou as comunidades do Limão, do Ariaú, do Janauary e de Cacau Pirêra, todas na zona rural do município de Iranduba e com alto potencial turístico a poucas horas de distância de Manaus.

“Nosso Amazonas é cheio de beleza e riquezas naturais. Quando o projeto da ponte foi feito, havia um plano diretor vinculado ao reordenamento urbano e econômico no Cacau Pirêra para que essa comunidade pudesse ter atividade econômica. Mas infelizmente, após Eduardo sair do governo, todas as obras de impacto de vizinhança da ponte foram abandonadas. Eduardo e Eu iremos retomar esses projetos para valorizar o potencial turístico do Iranduda e das comunidades”, declarou Marcelo Ramos.

Em Iranduba, Marcelo Ramos, realizou uma caminhada na Avenida Amazonas, onde explicou aos moradores os principais pontos do Plano Emergencial para tirar o Amazonas da crise. “Entre as propostas do Plano Emergencial, está a redução do ICMS dos produtos da cesta básica para levar mais comida à mesa dos amazonenses. E vamos fazer isso no primeiro dia de governo. Outra decisão importante será debater e potencializar as atividades econômicas especificas de cada comunidade que poderão gerar emprego e renda para nossa gente”, afirmou.

Com informações da assessoria

Comentários

comentários


Deixe um comentário