Novo equipamento de segurança e fiscalização começa a funcionar nas unidades prisionais

Os primeiros dias de funcionamento dos body scanners registraram um total de 1.288 visitantes que passaram pelo equipamento- foto: Valdo Leão/Secom

O novo equipamento de segurança e fiscalização adquirido pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) começou a ser utilizado nos procedimentos de revistas nas unidades prisionais da capital e na Unidade Prisional de Itacoatiara (UPI) neste fim de semana. Os primeiros dias de funcionamento dos body scanners registraram um total de 1.288 visitantes que passaram pelo equipamento.

Os equipamentos são oriundos dos recursos do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen) e são semelhantes aos utilizados em aeroportos. De acordo com o secretário de Estado de Administração Penitenciária, coronel da Polícia Militar, Cleitman Coelho, está será a primeira vez que o Sistema Prisional do Amazonas vai utilizar o equipamento de ponta para as revistas durante os dias de visitas.

O secretário Cleitman Coelho complementa que a utilização desse equipamento vem para concretizar a política do Governo Federal e do Governo do Amazonas para transformar as unidades prisionais em lugares seguros e controlados pelo Estado.

Dos nove equipamentos adquiridos, seis iniciam as atividades nesse fim de semana. As unidades que começaram a utilizar os body scanners são o Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), Centro de Detenção Provisória Masculino II (CDPM II), regime fechado do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj Fechado), Unidade Prisional de Itacoatiara (UPI) e Unidade Prisional do Puraquequara (UPP).

A UPP recebeu dois equipamentos, mas nessa primeira semana um deles será utilizado para avaliar a movimentação dos visitantes no primeiro instante. O Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat) começará a utilizar o equipamento no próximo fim de semana, após a conclusão de ajustes técnicos no aparelho. Na Penitenciária Feminina de Manaus (PFM), o equipamento ainda será inaugurado, após a adequação do espaço necessário para abrigar a estrutura do body scanner.

O secretário da Seap, Cleitman Coelho, explica que todos os servidores operacionais da secretaria, incluindo os diretores, adjuntos e demais membros da direção das unidades, passaram pelo treinamento, assim como os agentes de socialização da empresa Umanizzare Gestão Prisional.

Dias de visitas

As visitas nas unidades são separadas por pavilhões, com metade das unidades recebendo as visitas no sábado e os demais no domingo. As unidades prisionais que começaram a utilizar o equipamento (CDPF, CDPM, Compaj Fechado, UPI e UPP), costumam registrar uma média de 1.439 familiares de detentos aos sábados e 1.296 aos domingos. O CDPM II é a única unidade prisional de todo o sistema que recebe visitas às sextas-feiras, e que geralmente recebe em torno de 140 visitantes.

Com informações da assessoria