Na ocasião o governador anunciou mais seis nomes para o secretariado

O governador eleito Wilson Lima participou nesta sexta-feira (21/12) da cerimônia de posse da nova procuradora do Ministério Público do Amazonas, Sílvia Abdala Tuma.

A cerimônia foi realizada no auditório do Ministério Público do Amazonas e contou com a presença de outras autoridades municipais, estaduais e federais.

A promotora Sílvia Tuma foi promovida, por merecimento, à procuradora de Justiça do Ministério Público do Amazonas depois de disputar a função com 15 concorrentes. Ela foi à final na lista tríplice escolhida pelo conselho superior do Ministério Público do Estado.

Ela é formada em Direito pela UFAM (1987), ingressou no Ministério Público do Estado do Amazonas em 1989 como Promotora de Justiça Substituta. No interior, atuou na Comarca de Itacoatiara, foi promovida para a Capital em 1994, atuando junto à 5a Vara Criminal. Atualmente atuava como titular da 32ª Promotoria de Justiça com atuação junto à 1ª Vara de Família. É especializada em Direito Processual Civil e em Direito Ambiental (UFAM).

A nova procuradora vai ocupar vaga deixada há mais de um ano pelo procurador Hamilton Saraiva, promovido a desembargador do Tribunal de Justiça.

Em discurso, durante a cerimônia de posse, Silvia Tuma reafirmou o compromisso de continuar trabalhando para fortalecer as ações do MP/AM.

A Procuradora-Geral de Justiça do Estado do Amazonas, Leda Mara Nascimento Albuquerque, destacou a importância do trabalho dos promotores e procuradores na defesa dos direitos coletivos e sociais.

O governador eleito Wilson Lima colocou o Estado à disposição do Ministério Público e disse que pretende fortalecer a relação. Membros da equipe de transição já estão reunindo com integrantes do Ministério Público para alinhar procedimentos de trabalho.

“É uma instituição que tem sua independência, que o Governo do Estado já tem uma relação, e nós vamos fortalecer isso. Pra que agente possa dar as respostas que o cidadão precisa. Eu vim aqui para estreitar esses laços e colocar o Estado do Amazonas à disposição do que o Ministério Público precisar”.

Na ocasião, o governador eleito falou sobre o critério de escolha do secretariado. Novos nomes foram anunciados nesta sexta-feira.

“Nós estamos sendo muito criteriosos, fazendo a escolha como tem que ser, com muita cautela, colocando nessas secretarias as pessoas com qualificação pra isso, pessoas que tenham o devido comprometimento e que possam contribuir com muito trabalho para o desenvolvimento do Estado”.

Reneé Levy Aguiar foi escolhido para assumir a Cigás, Marcia de Souza Sahdo para a Seas, para a Fapeam Marcia Perales Mendes Silva, Flávio Cordeiro Antony Filho vai assumir a ADS, no Ipaam estará Juliano Marcos Valente de Souza e para a Secretaria de Cultura Marcos Apolo Muniz de Araújo.

Breve perfil dos secretários

Cigás:

Reneé Levy Aguiar, 58 anos, nascido em Manaus. Graduado em geologia, estradas e topografia e em direito. Mestre em geotecnia e doutor em engenharia civil.
Profeasor titular da UEA e analista ambiental do quadro efetivo do Ipaam. Foi secretário da Sedema, foi presidente do Implurb, foi secretário estadual da Região Metropolitana e diretor-presidente da Fapeam.

Seas:

Marcia de Souza Sahdo,48 anos, nascida em Manaus. Graduada em serviço social, especialização em gestão de políticas sociais e gestão de recursos humanos.
Funcionária de carreira do município de Manaus; estava atuando na secretária municipal da Mulher, de Assistência Social e Cidadania como gestora do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família.

Fapeam:

Marcia Perales Mendes Silva, 54 anos, nascida em Manaus. Graduada, mestre e doutora em serviços social. Está concluindo o pós-doutorado em politicas sociais. É professora titular da Universidade Federal do Amazonas (Ufam); foi reitora da Ufam de 2009 a 2017.

ADS:

Flávio Cordeiro Antony Filho, 34 anos, nascido em Manaus. Graduado em direito, pos-graduado em processo cvil. Membro do Conselho Municipal de Regulação e chefe do jurídico da secretaria municipal de Infraestrutura.

Ipaam:

Juliano Marcos Valente de Souza, 47 anos, nascido em Itacoatiara. Graduado em engenharia civil, mestre em sustentabilidade ambiental; especialista em perito e em gestão de compliance e anti-suborno.

Foi superintendente do Iphan; foi subcoordenador ambiental do Prosamim e hoje está como perito da PGE.

Cultura:

Marcos Apolo Muniz de Araújo, 45 anos, nascido em Manaus. Graduado em arquitetura e urbanismo e pós-graduação em gestão e produção de eventos.

Foi servidor da secretaria de Cultura por 15 anos atuando na coordenação técnica de eventos.