O homicídio desta jovem de 20 anos está a deixar a Islândia em choque

Depois de ter sido dado como desaparecida, o corpo de Birna Brjánsdóttir foi encontrado numa praia a sul de Reiquiavique.

Birna Brjánsdóttir, de 20 anos, foi vista pela última vez no dia 14 de janeiro. Oito dias depois de ter sido dada como desaparecida, o corpo da jovem foi encontrado numa praia a sul de Reiquiavique, capital do país.
Segundo o Iceland Monitor, a polícia acredita que a jovem terá sido assassinada num carro alugado por dois homens que entretanto já foram presos. Trata-se de dois marinheiros gronelandeses com 25 e 30 anos. As primeiras provas indicam que foi encontrado sangue de Birna neste mesmo automóvel.

Aqueles que terão sido os últimos momentos da sua vida ficaram gravados por câmaras de vigilância, onde é possível ver a jovem cerca das cinco da manhã a andar sozinha na rua e a comprar comida. Os seus sapatos foram encontrados no porto de Hafnarfjordur, não muito do longe do sítio onde o barco dos dois homens estava ancorado.

Outras imagens mostram também aquele que parece ser o mesmo carro alugado onde foi encontrado o sangue da jovem, estacionado perto do barco dos suspeitos.

Depois de 725 voluntários da Icelandic Search and Rescue Squad estarem envolvidos nas buscas para encontrar a jovem, a morte de Birna abalou toda a nação. Conta o The Guardian que esta foi a maior busca alguma vez realizada no país.

A Islândia tem uma das taxas de criminalidade mais baixas do mundo e prova disso é o facto de os homicídios serem bastante raros no país, bem como de a polícia raramente andar armada.

Com informações do Notícias ao Minuto