Tecnologia

O que é assinatura digital: cinco coisas para saber antes de usar

A revolução tecnológica impressiona cada vez mais, tornando coisas burocráticas mais práticas e funcionais para o dia a dia. Como exemplo, podemos citar a assinatura digital, que chegou para facilitar a identificação de signatários e proteger informações. E tudo feito pela internet, diferente da assinatura manuscrita.

Em outras palavras, a assinatura digital utiliza criptografia para assegurar a segurança de documentos eletrônicos. O recurso pode ser usado para diferentes registros, como procurações, laudos médicos, transações online, contratos e participar do Cadastro Positivo, por exemplo. Todos, é claro, com validade jurídica no Brasil, através da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira.

Vamos conhecer mais sobre a assinatura digital? Confira o que você precisa saber antes de usá-la.

É segura, mas requer um certificado digital

A assinatura digital é segura, com criptografia e recursos de confirmação de identidade, evitando fraudes e acessos indevidos a informações pessoais. Contudo, para assinar digitalmente, é necessário ter um certificado digital, que atua como uma identidade eletrônica para uma pessoa física ou uma empresa, divergindo entre e-CPF e e-CNPJ.

Assinatura digital e assinatura eletrônica não são a mesma coisa

Apesar da semelhança na nomenclatura, as assinaturas têm características diferentes. Como dito no tópico anterior, a assinatura digital requer um certificado para garantir a segurança de informações e validar documentos online. Já a eletrônica, não exige certificado, utilizando outros fatores de segurança, como endereço de IP, geolocalização, fotografia ou assinatura manuscrita, por exemplo.

Pode ser feita em aplicativos pagos ou gratuitos

O assinador digital é um software que retém elementos criptográficos do certificado digital, como uma assinatura manuscrita, à moda antiga. Com isso, a assinatura pode ser feita por meio desses softwares, em aplicativos gratuitos ou pagos, que devem incluir a verificação de autenticidade de documentos assinados digitalmente.

Proporciona mais agilidade em processos

Se você é autônomo (a) ou tem uma empresa, sabe que burocracias precisam ser evitadas. A assinatura digital é uma forma bastante funcional e prática para otimizar processos, evitando trâmites desgastantes com assinaturas manuscritas de contratos, laudos, transações, certificados e outros documentos. A assinatura digital garante mais agilidade no dia a dia.

É multifuncional, usada em vários documentos

A assinatura digital é dinâmica e pode ser utilizada para validar diferentes documentos. Por isso, ela tem atraído cada vez mais pessoas e empresas, dispostas a otimizar processos com segurança. Nas empresas, a assinatura é ótima para contratos com parceiros, clientes e fornecedores, por exemplo. Além disso, pode ser usada para concessão de crédito, procurações, certificados, propostas, etc.

Sem dúvida, a assinatura digital de documentos veio para ficar, não é mesmo? Muito funcional, ela também evita a papelada do dia a dia. Agora que você já sabe mais sobre, continue no nosso blog para conferir outras novidades que vão facilitar ainda mais sua rotina, economizando tempo e proporcionando segurança de dados.