O que é Link Building e por que ele é importante para seu negócio

Estratégia ajuda a impulsionar presença de sites na rede mundial de computadores

Estratégia ajuda a impulsionar presença de sites na rede mundial de computadores / Lukas Brazek-Unsplash

O panorama do SEO e do link building está sempre mudando e, hoje, a importância de construir links de alta qualidade nunca foi tão grande. A disputa por espaço na internet e a busca por relevância nas buscas faz com que seja preciso estar sempre inovando quando o assunto é a rede mundial de computadores.

A necessidade de entender e implementar campanhas de alta qualidade é essencial se você pretende competir e prosperar online, e isso não vai mudar tão cedo. Link building é o processo de aquisição de hiperlinks de outros sites para a sua própria plataforma.

Um hiperlink (geralmente chamado apenas de link) é uma forma de os usuários navegar entre as páginas da Internet. Os mecanismos de pesquisa usam links para rastrear a web; eles vão rastrear os links entre as páginas individuais do seu site e também os links entre sites externos.

Existem muitas técnicas para a construção de links e, embora sua dificuldade varie, os SEOs tendem a concordar que a construção de links é uma das partes mais difíceis de seu trabalho. Muitos SEOs passam a maior parte do tempo tentando fazer algo que de fato coloque o seu site à frente de outros SEOs e de sua concorrência.

Para entender a importância do link building, é importante primeiro entender os fundamentos de como um link é criado, como os mecanismos de pesquisa veem os links e o que podem interpretar a partir deles. Chamada de tag âncora,  a tag do link informa aos mecanismos de pesquisa a palavra-chave em questão e o coloca entre os primeiros na busca.

Há também o texto visível / âncora do link: este é o pequeno texto que os usuários veem na página e no qual precisam clicar se quiserem abrir o link. O texto é geralmente formatado de alguma forma para se destacar do texto que o cerca, geralmente com a cor azul e / ou sublinhado, sinalizando aos usuários que é um link clicável.

Depois que os mecanismos de pesquisa rastreiam as páginas da web, eles podem extrair o conteúdo dessas páginas e adicioná-lo a seus índices. Dessa forma, eles podem decidir se acham que uma página tem qualidade suficiente para ser bem classificada por palavras-chave relevantes.

Quando estão decidindo isso, os provedores de busca não olham apenas para o conteúdo da página; eles também verificam o número de links que apontam para essa página de sites externos e a qualidade desses sites externos. De modo geral, quanto mais sites de alta qualidade com links para você, maior a probabilidade de você obter uma boa classificação nos resultados de pesquisa.

Os links como fator de classificação são o que permitiu ao Google começar a dominar o mercado de mecanismos de busca no final dos anos 1990. Um dos fundadores do Google, Larry Page, inventou o PageRank, que o Google usava para medir a qualidade de uma página com base em parte no número de links apontando para ela.

Essa métrica foi então usada como parte do algoritmo de classificação geral e se tornou um forte sinal, justamente porque era uma maneira muito boa de determinar a qualidade de uma página. Foi tão eficaz porque se baseou na ideia de que um link poderia ser visto como um voto de confiança sobre uma página, ou seja, não receberia links e relevância se não merecesse

No entanto, os SEOs logo descobriram como manipular o PageRank e os resultados de pesquisa para as palavras-chave escolhidas. O Google começou a tentar ativamente encontrar maneiras de descobrir sites que manipulavam os resultados de pesquisa e começou a lançar atualizações regulares que visavam especificamente filtrar sites que não mereciam classificação.

Não conhecemos o algoritmo completo que o Google usa para determinar seus resultados de pesquisa, algo que a empresa mantém sob sigilo absoluto. Apesar disso, o consenso geral entre a comunidade SEO é que os links ainda desempenham um grande papel nesse algoritmo.