Obras de modernização e reparos são retomadas no Teatro Amazonas

Foto: Michael Dantas/SEC

Com a proposta de aprimorar os sistemas de proteção e preservação patrimonial do Teatro Amazonas, o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa e em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico e Nacional (Iphan), retomou os serviços de adequação e modernização no espaço.

O início das atividades estava previsto para o começo deste ano, porém, por conta da pandemia do novo coronavírus, a reforma foi adiada para o mês de novembro.

Entre os serviços estão a modernização dos sistemas de combate a incêndios, pânico e proteção a descargas atmosféricas, a instalação de circuitos de monitoramento, além de reparos nas pinturas interna e externa do Teatro Amazonas. O projeto inclui ainda a instalação de alarme e mecanismo de detecção de fogo e fumaça via wireless (sem fio), troca de vidros da cúpula e telhas.

Os serviços são realizados pela Construtora Biapó Ltda., que faz os reparos preservando a arquitetura neoclássica e a memória da chamada Belle Époque amazônica.

A última reforma na parte externa do Teatro Amazonas foi realizada no ano de 2012. De acordo com o secretário de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz, a preservação do Teatro, que é hoje um dos bens de maior destaque do Patrimônio Cultural amazonense, é fundamental para preservação histórica da região.

“Além de ser um dos maiores cartões-postais do estado, o Teatro Amazonas é símbolo de nossa história como sociedade. Preservar esse equipamento cultural é sobretudo nosso dever e vamos continuar trabalhando para que mais pessoas tenham acesso ao local”, comenta o titular da pasta.

A diretora do Teatro Amazonas, Sigrid Cetraro, explica que alguns serviços já começaram a ser executados no espaço. “Na semana passada, já fizemos alguns ajustes na parte elétrica, como a troca do transformador de energia, a instalação de para-raios e afins”.

Sigrid adianta ainda que os ajustes nos horários de visitação turística do espaço serão informados ao público previamente, quando necessários. “A nossa intenção é modificar de forma mínima a rotina dos visitantes e colaboradores que utilizam o Teatro”, ressalta.

Teatro Amazonas

Principal símbolo cultural e arquitetônico do estado, o Teatro Amazonas, localizado no Largo de São Sebastião, no Centro de Manaus, mantém viva boa parte da história do ciclo da borracha, época áurea da capital amazonense.

O local foi inaugurado no dia 31 de dezembro de 1896, com um estilo arquitetônico renascentista e com detalhes ecléticos. O espaço foi tombado como Patrimônio Histórico Nacional em 1966.

A visitação turística acontece de terça-feira a sábado, das 9h às 15h, por meio de agendamento no Portal da Cultura (www.cultura.am.gov.br) e no site do Teatro Amazonas (teatroamazonas.com.br). A entrada custa R$ 20 (inteira). Amazonenses não pagam (necessário apresentar documento com foto que comprove a naturalidade).

Com informações do Governo do Amazonas