ONGs e agronegócio se unem para apresentar medidas ao governo contra o desmatamento

Fotos: Divulgação

Uma coalizão formada por 230 organizações e empresas ligadas às áreas do meio ambiente e do agronegócio enviará ao governo federal, nesta terça-feira (15), um conjunto de seis propostas com o objetivo de deter o desmatamento que destrói a Amazônia.

O documento, ao qual o Estadão teve acesso exclusivo, foi encaminhado ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e ao vice-presidente Hamilton Mourão, além dos ministérios da Agricultura, Meio Ambiente, Economia e Ciência e Tecnologia. As propostas chegarão ainda às mãos de líderes e parlamentares da Câmara e do Senado, ao Parlamento Europeu e a embaixadas de países europeus.

A Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura reúne nomes da área ambiental como WWF Brasil, WRI Brasil, TNC, Imazon e Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam). Do lado empresarial do agronegócio e da indústria estão companhias como JBS, Klabin, Marfrig, Amaggi, Basf, Danone, Natura e Unilever. Como define a própria coalizão, o grupo é “um dos raros foros de diálogo entre o agronegócio e ambientalistas”.

Leia a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Portal Manaus Alerta