Operação ‘bonde homicida’ interfere ataque entre facções criminosas, em Manaus

Foto: Divulgação

Seis homens foram presos e três adolescentes foram apreendidos durante uma operação da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) em conjunto com a Polícia Militar do Amazonas (PMAM), por meio da Força Tática, no bairro Mutirão, zona norte da capital, na madrugada desta terça-feira (1/9).

Além das prisões, foram apreendidas sete armas de fogo, 67 munições, 199 trouxinhas e duas porções médias de substância entorpecente. Quatro dos presos se preparavam para um ataque contra os outros cinco flagranteados, que seriam de uma facção rival.

A interceptação do “bonde homicida” iniciou por volta das 3h da madrugada, quando as equipes foram acionadas para verificar uma denúncia relacionada a porte ilegal de arma de fogo. A denúncia relatava ainda que algumas pessoas iriam se reunir na Rua 54 do bairro Mutirão para realizar ataque a membros de uma facção rival, visando a disputa pelo comando do tráfico de drogas naquela área.

As equipes policiais se deslocaram até o endereço citado na denúncia e encontraram Rone Castilho Sangama, de 25 anos. Com ele foram encontradas algumas porções de entorpecentes. De lá, as equipes seguiram para um quitinete, onde outras três pessoas que participariam do suposto ataque foram localizadas.

Foram encontrados Silvio Niwton Moura da Silva, de 19 anos, Gabriel da Silva Queiroz, de 18 anos, e um adolescente de 16 anos, que confessaram o plano de ataque. Com eles foram apreendidas três armas de fogo. Os suspeitos indicaram mais duas residências no mesmo bairro onde estariam os membros da facção rival que seria atacada.

Nas residências indicadas, foram encontrados dois adolescentes de 17 anos, Vitor Ferreira Melo, de 19 anos, Vidal Picanço Vieira da Mota Júnior, de 19 anos, e David Ferreira Melo, de 21 anos, com outras quatro armas de fogo.

No total, além das seis prisões e das três apreensões, os policiais também apreenderam duas pistolas 840, três pistolas 9mm, duas pistolas 380, 67 munições de calibre 380, 9mm e PT40, 166 trouxinhas de oxi, uma porção média da mesma substância, 33 trouxinhas de cocaína e uma porção médica da mesma substância.

“Pelo número de armas de fogo, são sete pistolas de grosso calibre, poderia resultar em várias mortes de pessoas ligadas ao tráfico, de facção rival, de bando criminoso rival, bem como também de inocentes que ali residem. E não só destacar a questão do potencial letal desse tipo de ação, como também tirar o sossego da população que ali residem”, explicou o major Igor Reis, comandante da Força Tática.

O material apreendido e os nove envolvidos foram encaminhados ao 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), na zona norte de Manaus. Os suspeitos foram autuados pelos crimes de associação criminosa, formação de quadrilha e porte ilegal de arma de fogo.

Com informações da assessoria