Polícia

‘Operação Marfim’ intensifica abordagens em veículos e motocicletas, em Manaus

Foto: Bruno Zanardo/Secom

Visando reforçar as ações de policiamento na capital após atos criminosos, o Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran) da Polícia Militar (PMAM) intensifica abordagens em veículos e motocicletas por meio da “Operação Marfim”. O objetivo é identificar motos em situação irregular, uma vez que o veículo tem sido o mais empregado pelos criminosos em ataques na capital.

As ações iniciaram na manhã desta segunda-feira (7) no Centro, zona sul de Manaus. No período da tarde, os policiais montaram uma barreira de fiscalização na rua Professor Manoel Belém, conjunto Manôa, bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus, local onde motocicletas foram vistoriadas.

De acordo com o tenente Raimundo Praia, do BPTran, os pontos de fiscalização da Operação Marfim são escolhidos a partir das orientações do sistema de inteligência.

“O foco é devido a toda essa situação que está acontecendo na cidade e muitos meliantes se utilizam das motocicletas. E justamente essas abordagens de motos, sem contar a documentação, a habilitação e a documentação da motocicleta também. Na maioria das vezes a gente pega muitas motos com o chassi adulterado. Tudo isso a gente está conduzindo para o parqueamento do Detran”.

Ainda conforme o tenente, as ações continuam durante a noite para garantir a segurança da população.

Prisões 

Ao todo, 31 pessoas já foram presas por suspeita de participação em ataques criminosos cometidos desde a noite do último sábado (5), em Manaus e em alguns municípios do interior do estado. Até o momento, apenas na capital, 17 pessoas foram presas e uma criança de 11 anos foi apreendida.

Com informações da assessoria