Saúde

Pacientes com câncer podem ter mais variantes da Covid-19, diz estudo

Foto: Gerd Altmann / Pixabay

Pacientes com câncer infectados pela Covid-19 apresentam mais variantes do Sars-CoV-2 do que os demais, revelou estudo do Instituto Nacional de Câncer (Inca). Um sistema imunológico fragilizado – seja pela doença ou pelos remédios – acaba permitindo que o vírus se multiplique muito mais vezes do que acontece em outros pacientes, propiciando o surgimento de variantes. O trabalho foi publicado na Virus Evolution.

“O sistema imunológico comprometido é típico de pacientes de câncer, seja porque a própria doença causa imunossupressão, seja porque medicamentos usados no tratamento têm atividade imunodepressora”, explicou o pesquisador Marcelo Soares, do Inca, principal autor do estudo. “Isso favorece a replicação do vírus, podendo culminar com o aparecimento de variantes mais transmissíveis ou mais letais”, analisa.

Confira a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta.