Pacientes com sintomas de síndromes respiratórias terão protocolo único de atendimento no AM

Foto: Divulgação

Nesta sexta-feira (8), o Comitê Intersetorial de Combate e Enfrentamento à Covid-19 da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) reuniu com as subcomissões de especialistas para fechar um protocolo único para atendimento dos pacientes com sintomas de síndromes respiratórias nos serviços e unidades de Pronto Atendimento (SPAs e UPAs, respectivamente).

A reunião contou com a participação de especialistas do Hospital Sírio Libanês, de São Paulo, que apresentaram modelos de protocolos únicos já utilizados em hospitais de outros estados.

Com a implantação dos protocolos, equipes médicas e de enfermagem, que atuam diretamente nas unidades de porta de entrada da rede estadual de Saúde, terão maior segurança no momento da classificação dos pacientes que necessitam de internação.

Critérios 

A mudança consiste em considerar a internação conforme o grau de sintomas apresentados. Todos os níveis estão fixados no protocolo único, que será adotado pelas unidades.

Com os critérios estabelecidos, equipes do comitê vão visitar as unidades e apresentar para os diretores, empresas médicas e profissionais como o novo método funciona.

Subcomissões 

A SES-AM criou três subcomissões de especialistas, formadas por médicos, enfermeiros e fisioterapeutas, que dão auxílio ao comitê na execução do Plano de Contingência de Enfrentamento da pandemia de Covid-19.

Os especialistas são responsáveis por emitir pareceres, realizarem auditorias, avaliação de fluxo de pacientes e protocolos de atendimento, levando em consideração a experiência pelo trabalho executado na ponta do atendimento das unidades.

Com informações da assessoria