Cidades Destaques

Pacientes renais crônicos ganham Centro para tratamento de hemodiálise

O governador David Almeida anunciou liberação de recursos de R$ 1,8 milhão para ampliar número de cirurgias ortopédicas na unidade- foto: Assessoria
Redação
Postado por Redação

Pacientes renais crônicos do Amazonas agora dispõem de centro especializado para fazer tratamento essencial para garantir melhor qualidade de vida. Inaugurado, na manhã desta segunda-feira (31), o Centro de Hemodiálise Francisco de Assis Farias Bambolê, passa a funcionar com capacidade para 300 atendimentos por mês, na Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ). Na ocasião, o governador David Almeida anunciou liberação de recursos de R$ 1,8 milhão para ampliar número de cirurgias ortopédicas na unidade

Modernidade

Para reforma e construção do Centro de Hemodiálise foram utilizados recursos disponibilizados pelo Fundo de Promoção Social (FPS), oriundos do pacote de R$ 21,5 milhões, destacados ao setor saúde, para a compra de equipamentos, medicamentos, reformas e ampliação de serviços em várias unidades do Estado. Com total de 35 equipamentos, os atendimentos começam às 5h da manhã e se estendem até às 23h, de segunda a sábado.

Ao visitar a ala destinada à hemodiálise, o governador David Almeida recebeu inúmeras manifestações de agradecimento dos pacientes em tratamento, por ter resolvido uma situação crônica dos pacientes renais no Estado.

O diretor-presidente da FHAJ, Alexandre Bichara, destacou o avanço no atendimento a pacientes da Clínica de Crônicos Renais.

O Centro de Hemodiálise foi construído onde funcionava o Setor de Tisiologia (Bloco C da FHAJ), com reforma e ampliação, assim como obras complementares para abrigar os serviços de Biblioteca, Psicologia, Núcleo de Atendimento ao Trabalhador (NAT) e Gerência de Atendimento ao Paciente (GAP), da FHAJ. Ao todo, são 1.059,87 m2 de obras de reforma e ampliação e mais 1.099,08 m2 de área urbanizada para acesso principal à nova unidade, visto que a entrada é pela Vila Mamão.

Com informações da assessoria

Comentários

comentários

Deixe um comentário