Pai e filho são presos por contrabando e venda ilegal de cigarros no Centro de Manaus

Na ocasião, outro homem estava comprando uma grande quantidade do material ilícito para revender- foto: divulgação/Assessoria PC-AM

Na manhã de quinta-feira (23), por volta de 9h, Adalberto Alfaia dos Santos, 50; Julio Cesar Teixeira Gonçalves, 53, e Rafael Belizario dos Santos, 27, foram presos, em flagrante, pela equipe de investigação do 24º Distrito Integrado de Polícia (DIP), sob coordenação dos delegados Demetrius Queiroz e Ana Cristina Braga, titular e adjunta, respectivamente, da unidade policial, por contrabando na venda de cigarros importados. Durante a ação, foram apreendidas 1.030 carteiras de cigarros contrabandeadas com o trio.

Conforme Demetrius, os policiais civis chegaram até os homens após receberem denúncia anônima, feita por meio do número: (92) 99184-4434, o disque-denúncia do 24º DIP, informando que os infratores estavam comercializando carteiras de cigarros proibidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), na rua Coronel Sergio Pessoa, ao lado da Feira da Manaus Moderna, no Centro.

“Montamos campana no local indicado e contatamos que os cigarros estavam sendo vendidos, em via pública, por Adalberto e pelo filho dele, identificado como Rafael. Na ocasião, Julio estava comprando uma grande quantidade do material ilícito para revender”, disse o delegado.

Além das 1.030 carteiras de cigarros de diversas marcas, também foi apreendido de R$ 14.309 mil em espécie. O trio foi encaminhado para o 24º DIP. Após os procedimentos legais, por se tratar do crime de contrabando, eles foram levados para a sede da Superintendência Regional da Polícia Federal do Amazonas, onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante.