Pai e filho vencem a Covid-19 e recebem alta no mesmo dia, no Ceará

Foto: Ascom Complexo SCMS

O segundo domingo de agosto já é especial para seu Francisco Pereira dos Santos, 83 anos, há bastante tempo. Pai de 11 filhos, criou todos eles com o trabalho de agricultor na cidade de Viçosa do Ceará, a 350 Km de Fortaleza. Em 2020, porém, veio a Covid-19, e acometeu boa parte da família, incluindo ele, a esposa, Maria Cilene Silva dos Santos, 69 anos, e um dos descendentes, Adriano Silva dos Santos, 48 anos.

Segundo informações do site Razões para Acreditar, no mês passado, todos deram entrada, em datas diferentes, na Santa Casa de Misericórdia de Sobral (a 123 km do município de origem). Eles foram internados por conta de complicações com o novo coronavírus. A primeira a receber alta foi a dona Maria Cilene, em 21 de julho. Pai e filho, porém, dividiram a mesma Unidade de Terapia Intensiva até 4 de agosto, quando, juntos, receberam alta hospitalar.

O Ceará registra 7.954 mortes confirmadas pela Covid-19 e 188.542 casos confirmados da doença, segundo dados da plataforma IntegraSUS, atualizada pela Secretaria Estadual de Saúde às 9h11 deste domingo (9). O número de pessoas recuperadas da enfermidade é de 159.610.

“Passei seis dias em Sobral, mas, graças a Deus, me recuperei”, afirma seu Francisco. “Eu saí de casa com aquela falta de ar, mas, no outro dia, no hospital, já amanheci mais esperto. Fui procurando conversar com enfermeiros, perguntava as coisas, até que passou uns dias, fiz uma caminhada. Eles se admiraram muito de mim”, partilha.

Adriano, por sua vez, deu entrada no hospital no dia 10 de julho, e teve um quadro mais grave que o dos pais. “Ele ainda está se recuperando, porque o negócio dele foi mais sério. Agora o meu foi leve, porque gosto de tomar muito remédio do mato. Quando começo a gripar, tomo logo mastruz com leite”, conta o agricultor cearense, entre risos, sobre essa mistura popularmente utilizada para ajudar no tratamento de doenças respiratórias, como bronquite e tuberculose.

A família reconhece ainda o carinho e a assistência que recebeu dos profissionais da Santa Casa de Misericórdia de Sobral nesse período. A unidade de saúde assiste 54 municípios da Região Norte do Ceará, terceira mais afetada pela doença no Estado.

“Agradeço a todos que cuidaram de mim e de meu pai com todo esforço e dedicação possível. Foram dias difíceis para todos nós, mas juntos vencemos”, orgulha-se Adriano, pronto para viver o que será, provavelmente, seu melhor Dia dos Pais.