Papai Noel conta que doença no testículo causou engano: “Sou pai de família”

foto: reprodução/Facebook

O homem de 58 anos afastado dos serviços de Papai Noel em um shopping de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, negou que tenha ficado excitado depois que uma criança de 10 anos sentou no colo dele para tirar fotos. Em conversa com a reportagem de O TEMPO, nesta quinta-feira (12), ele, que pediu para não ter o nome divulgado, afirmou que há 30 anos trabalha com crianças, sendo cinco vestindo-se como o personagem. O trabalho começou por incentivo da família, que tem outros dois Papais Noéis.

No boletim de ocorrência registrado o senhor afirma que tem um problema de epidídimo?

Sim, eu deveria ter feito uma cirurgia devido a uma glândula que rompeu. O lado direito do meu testículo é maior que o outro. A calça do Papai Noel tem um tamanho maior para ter a impressão de mais fofo.

Como está a sua vida após os compartilhamentos?

É muito triste, eu fiquei sem chão, sou pai de família, não fiz nada. Meus irmãos moram em outra cidade e queriam encontrar comigo. Isso prejudica também os outros Papais Noéis. Denunciar as pessoas assim é muito sério. Vou alertar às mães que não compartilhem, não façam comentários sem ter certeza dos fatos. Existem famílias que podem ser destruídas com um estalar de dedos.

A entrevista completa você encontra no site O Tempo