Para gravar pornografia ao ar livre, pedófilo alemão fantasiava crianças

Foto: Divulgação

Durante investigação sobre o alemão Klaus Berno Fischer, de 73 anos, pedófilo que atraía crianças para produzir filmes pornográficos no Rio de Janeiro, a Polícia Civil descobriu que o idoso fantasiava as vítimas para a gravação dos vídeos.

Em depoimento, uma menina contou que o abusador ordenou que ela e outra garota se fantasiassem como indígenas e as gravou fazendo sexo em meio a uma mata.

O material era vendido pela deep web e tinha o público europeu como alvo. Ao ser preso, os agentes descobriram uma casa que ele transformou em estúdio, com diferentes ambientes. Porém, as cenas também eram filmadas em outras locações, como imóveis ou ao ar livre.

Leia a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Portal Manaus Alerta