Pastor agride mulher de 54 anos dentro da igreja no culto de domingo

Foto: Divulgação/Fuxico Gospel

Uma confusão no final de um culto da igreja Pleno Amor, na periferia de Cuiabá, acabou deixando uma mulher de 54 anos com vários hematomas no rosto.

Segundo informações, o principal acusado das agressões é o pastor Ney Valdecy Ferreira, líder e fundador do ministério.

Além de supostamente ter agredido Maria Aparecida, que é membro de sua igreja, ele também teria agredido a filha de Maria, uma jovem que não foi identificada pela reportagem.

A jovem teria ido levar uma criança para deixar com seu ex-marido que estava no culto, e o pastor teria se incomodado com a presença da jovem.

Nesse momento se iniciou um “bate-boca”, culminando nas agressões.

Após a confusão o pastor fugiu e a polícia está a sua procura. Ele tirou seus perfis nas redes sociais do ar.

As informações são do Fuxico Gospel