Pastor de 55 anos é preso após quatro acusações de abuso sexual contra menores de idade

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um pastor foi preso após a Polícia Civil apurar quatro denúncias feitas contra ele. Mário Sérgio Ferreira da Silva, de 55 anos, é suspeito de ter cometido abusos sexuais contra jovens que frequentavam o cultos que ele celebrava. Após uma solicitação da polícia, a Justiça decretou a prisão preventiva do suspeito.

Segundo informações do site JBR, a mãe de uma das vítima relatou ao Portal G1 que começou a frequentar a igreja há cinco anos, em Peruíbe-SP. Nesse período, o filho dela, que hoje tem 22 anos, era menor de idade. Além disso, a vítima era portadora de autismo e apresentava deficiência intelectual.

A testemunha relatou ainda que suspeita que os abusos contra o filho dela tenham ocorrido durante dois anos. A família relatou que o jovem era presenteado pelo pastor com gravatas, ternos e roupas. Além disso, o rapaz chorava muito e começou a demonstrar um comportamento diferente.

Ainda de acordo com o site JBR, após ser questionado pelos pais, o jovem revelou que era vítima de abusos sexuais. A mãe relatou que o jovem era levado para a residência do pastor, que o mandava tomar banho antes de cometer o crime.

Após dois anos, outras vítimas relataram que também foram abusadas por Mário, todas menores de idade. Com isso, houve uma reunião interna entre os religiosos da igreja, que procuraram as famílias em seguida para denunciar o pastor na delegacia.

Conforme o site JBR, a polícia procurou o suspeito em uma residência na cidade vizinha, Itanhaém-SP. Ele evadiu do endereço, mas foi encontrado, posteriormente, e preso. Mário deve responder por estupro de vulnerável com relação à vítima com deficiência intelectual e crime de violação sexual mediante fraude com relação às outras três vítimas. Ele nega as acusações.