Pedidos de Bolsonaro para trocar de embaixador no Brasil são ignorados pela China

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pediu ao regime chinês, em abril do ano passado, a troca de seu embaixador no Brasil, Yang Wanming. A medida foi reiterada em novembro, após novos bate-bocas via redes sociais entre o diplomata e o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

Entretanto, Pequim ignorou a solicitação brasileira nas duas ocasiões.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, o chanceler brasileiro Ernesto Araújo tomou as dores do filho do presidente Bolsonaro e rompeu relações com Yang. As portas da divisão do Itamaraty responsável por Ásia e Pacífico também estão fechadas, de acordo com pessoas próximas ao embaixador.

Leia a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta.