Política

Petistas realizam abaixo-assinado contra chapa Lula-Alckmin

Foto: Reprodução

Um grupo de petistas passou a criticar a possibilidade do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (sem partido), integrar uma chapa presidencial junto ao ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT).
Através de um abaixo assinado online criado na plataforma Avaaz, no dia 30 de dezembro, 547 manifestantes petistas já haviam declarado a sua insatisfação com a possível união até a última segunda-feira (10).

Entre os líderes petistas que endossaram o coro contra a chapa Lula-Alckmin, destacam-se Rui Falcão e Joé Genoino – ambos ex-presidentes do Partido dos Trabalhadores.

A ação recebeu o nome de ‘Manifesto Contra a Chapa Lula Alckmin’ e afirma que o ex-tucano “tem uma longa trajetória de combate às posições nacionais, democráticas, populares e desenvolvimentistas”. O ex-governador também é acusado, segundo o jornal Folha de S.Paulo, de ter apoiado o “golpe” contra a ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Daniel Kenzo, presidente do diretório do PT no bairro paulistano do Butantã, foi o idealizador da ação e explica que “o problema não é dialogar, é fazer um balaio de gatos. O Alckmin tem propostas muito antagônicas aos pontos que historicamente são defendidos por Lula e o PT”.

“Ainda está muito incipiente, tem muita gente de férias. Vamos montar uma força-tarefa a partir da segunda quinzena de janeiro e nacionalizar essa iniciativa, que por enquanto está concentrada mais em São Paulo”, afirmou o militante petista.