Planalto impõe sigilo de até 100 anos a cartão de vacinação de Bolsonaro

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O Palácio do Planalto decretou sigilo de até 100 anos ao cartão de vacinação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e a informações sobre as vacinas que o presidente recebeu.

A coluna do jornalista Guilherme Amado, da revista Época, fez o pedido por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI), ao que a Presidência respondeu que os dados “dizem respeito à intimidade, à vida privada, à honra e à imagem” do presidente e impôs sigilo ao material.

Leia a matéria completa no Metrópoles, parceiro do Manaus Alerta.