PNUD seleciona consultores do AM para elaboração de planos de ação ambiental pós-Covid-19

Foto: Divulgação/Sema

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), por meio do projeto Força-Tarefa dos Governadores para o Clima e Florestas (GCF), está selecionando consultores do Amazonas para o desenvolvimento de Planos de Ação para a Gestão Ambiental e Desenvolvimento de Baixas Emissões de Carbono, no contexto pós-pandemia. Os interessados devem ser pessoa física e podem realizar a inscrição até o dia 28 de agosto.

“Essa é uma janela extremamente importante para conduzirmos as políticas e estratégias desenvolvidas pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) nesse novo cenário de pandemia, que aumentou de modo significativo os desafios a serem enfrentados na gestão ambiental de toda a Amazônia Legal. É uma oportunidade para ajustar nossos projetos e ter uma ação mais efetiva de Meio Ambiente no nosso estado”, disse o secretário da Sema, Eduardo Taveira.

Os planos devem ser construídos a partir de quatro perspectivas: gestão pública, populações indígenas, populações extrativistas e contexto global. Para a perspectiva de gestão pública, será selecionado um candidato para cada estado da Amazônia Legal. Do mesmo modo ocorre para a perspectiva de populações indígenas. Nestes casos, os interessados devem residir no estado para qual o estudo será voltado.

Para a perspectiva de populações extrativistas, será disponibilizada uma vaga para candidato residente em qualquer um dos estados da Amazônia Legal – Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. Já no contexto global, serão duas vagas para qualquer estado do Brasil.

Os profissionais selecionados devem desenvolver planos de ação que levem em consideração a realidade das taxas de desmatamento e de outros ilícitos ambientais nos estados da Amazônia Legal, além das perspectivas das populações indígenas e das comunidades tradicionais para a consolidação de uma economia de baixa emissão de carbono, sobretudo após a pandemia de Covid-19.

Os recursos para realização das consultorias foram destinados pela Agência Norueguesa de Cooperação para o Desenvolvimento (Norad). O link para acesso ao edital está disponível no site da Sema Amazonas (http://meioambiente.am.gov.br).

Inscrições – Os profissionais interessados devem enviar sua manifestação de interesse para a vaga, acompanhada dos formulários especificados no edital, e o Curriculum Vitae (CV) para o e-mail: [email protected]undp.org. É necessário identificar no assunto do e-mail “Manifestação de Interesse nº 34451/2020” e encaminhar os documentos anexos.

Para as vagas de consultoria, os requisitos são: curso superior em qualquer área de formação; participação em pelo menos três projetos vinculadas às temáticas de gestão pública, indígena, extrativista e global; experiência na elaboração de relatórios e planos de ação participativos com as populações tradicionais, além de conhecer a estrutura da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) do estado de residência e das organizações vinculadas.

GCF – A Força-Tarefa dos Governadores para o Clima e Florestas (GCF) é uma colaboração subnacional entre 38 estados e províncias do Brasil, Indonésia, México, Nigéria, Peru, Espanha e  Estados Unidos. O GCF busca promover programas jurisdicionais destinados a fomentar a agricultura de baixo carbono e a redução de emissões do desmatamento e uso da terra (REDD+).

A GCF facilita a troca de experiências e lições aprendidas entre os estados e províncias; sincroniza esforços entre as jurisdições para desenvolver políticas e programas que fornecem caminhos realistas para aliar a manutenção de florestas e o desenvolvimento rural; e busca financiamento para programas jurisdicionais.

convocatória

(*) Com informações da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema)