Polícia Civil prende dupla por roubo e elucida homicídio na Cidade de Deus

Matheus estava jurado de morte pelo traficante ‘Neném’ - Imagem: Divulgação

A Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado-geral da instituição, Mariolino Brito, e pelos delegados Juan Valério e Rafael Allemand, titulares, respectivamente, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) e Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), elucidou homicídio ocorrido em fevereiro deste ano, no bairro Cidade de Deus, zona norte, com as prisões, em flagrante, de Matheus Siqueira Gomes, 21, e de Cleiton Leal Alencar, 20, por roubo.

De acordo com o delegado Juan Valério, Matheus é autor do homicídio de Francisco Adelandio Marques Carioca, o “Neném”, ocorrido no último dia 12 de fevereiro, no Conjunto Braga Mendes, bairro Cidade de Deus, zona norte. A vítima tinha 34 anos. Valério explicou que Francisco era sobrinho do narcotraficante João Pinto Carioca, o “João Branco”. Valério relembrou que o homicídio aconteceu em um salão de beleza situado na rua Ouro. Na ocasião, Matheus estava em posse de uma arma de fogo e quando invadiu o estabelecimento efetuou dois disparos de arma de fogo na cabeça da vítima.

“Matheus estava jurado de morte pelo traficante ‘Neném’, que comandava a comercialização de drogas no Conjunto Braga Mendes. Matheus estaria cometendo roubos naquela área e isso atrapalhava o tráfico de drogas na região. Matheus, que já teria trabalhado para Francisco, já estava com a morte decretada naquela área. Como ele não podia mais atuar no local, começou a praticar os crimes na área do bairro Mauazinho, zona leste, mas queria voltar para o Conjunto Braga Mendes. Como Francisco já o tinha jurado de morte, Matheus se adiantou e acabou matando o adversário”, declarou Valério.

Segundo o titular da DEHS, Matheus e Cleiton foram presos na noite de quinta-feira (22/2), por volta das 21h, por policiais civis da Derfv e Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), durante a operação “Jejuardes”, deflagrada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). A dupla foi interceptada na avenida Silves, bairro Crespo, zona sul da cidade, após roubar uma escola da rede pública de ensino, situada no bairro Educandos, zona sul.

Flagrante – O delegado Rafael Allemand destacou, durante a coletiva, que a dupla havia roubado alunos da escola, subtraindo aparelhos celulares e o veículo de um professor, para empreender fuga do lugar. De acordo com o titular da Derfv, as equipes policiais estavam responsáveis por realizar abordagens naquela região, quando foram acionadas por populares, que informaram sobre uma sequência de roubos ocorridos nas proximidades do Centro Cultural Povos da Amazônia, local conhecido popularmente como “Bola da Suframa”.

“Nos deslocamos até o local indicado, quando avistamos Matheus e o comparsa dele empreendendo fuga. Nós os abordamos e efetuamos as prisões dos infratores. Eu já havia trocado informações com o delegado Juan, acerca de uns roubos de veículos no Conjunto Braga Mendes. Comentei sobre a prisão de Matheus com Valério e logo depois ele constatou que o infrator estava sendo procurado pelas equipes da DEHS, pelo homicídio do sobrinho de um narcotraficante”, argumentou Allemand.

Confissão – Juan Valério ressaltou que os infratores foram levados para a base do DRCO, onde foram realizados os procedimentos cabíveis. Em depoimento no departamento, Matheus confessou ter matado “Neném”, após ser ameaçado de morte pelo traficante. Durante as diligências, os policiais civis constataram que a arma de fogo utilizada para praticar os roubos, foi a mesma usada no homicídio de “Neném”.

Cleiton e Matheus foram autuados em flagrante por roubo majorado. Matheus será indiciado, ainda, pelo homicídio de Francisco Adelandio. Ao término dos trâmites legais no DRCO, os infratores serão levados para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul da cidade. Juan Valério ressaltou que já foi solicitado à Justiça o pedido de prisão preventiva de Matheus pelo homicídio de Francisco Adelandio Marques Carioca, o “Neném”.

Operação – O vice-governador do Estado e secretário de Segurança Pública do Amazonas, Bosco Saraiva, deu início na noite de quinta-feira à programação da operação “Jejuardes”, que será deflagrada no período da Quaresma. Ações noturnas, com barreiras de fiscalização e incursões nos bairros, estão programadas para as noites e madrugadas. Na quinta-feira, Saraiva percorreu, acompanhado de equipes policiais, bairros das zonas leste, norte, sul e centro-sul.

Cerca de 150 policiais civis e militares participaram da operação, sob o comando do delegado-geral da Polícia Civil do Estado, Mariolino Brito; comandante-geral da Polícia Militar do Amazonas, coronel David Brandão; e do secretário da Secretaria-Executiva-Adjunta de Inteligência (Seai), Herbert Lopes.

“Concluímos a operação ‘Alegoria Proibida’, que aconteceu durante o Carnaval, e demos início à operação ‘Jejuardes’, que vai ser estendida ao longo do período da Quaresma. Ontem, dando seguimento aos trabalhos, logramos êxito em prender, em flagrante, a dupla que estava cometendo roubos na zona sul da cidade. Esse trabalho é feito pelos órgãos que compõem a SSP-AM e irá continuar para trazer mais tranquilidade à população”, destacou Mariolino Brito.

*Com informações da assessoria