Polícia Militar inicia curso de operações especiais em ambiente de selva

A capacitação é voltada para policiais do Amazonas e de outros estados- foto: divulgação/DCS-PMAM

A Polícia Militar do Amazonas (PMAM), por meio da Companhia de Operações Especiais (COE), unidade subordinada ao Comando de Policiamento Especializado (CPE), deu início, nesta segunda-feira (22), ao 1º Curso de Operações Policiais em Ambiente de Selva (Copas). A aula inaugural será ministrada pelo coronel de Engenharia do Exército Brasileiro, Nilton de Figueiredo Lampert, comandante do Centro de Instrução de Guerra da Selva (Cigs).

O início do curso contou com a presença dos coronéis da reserva Almir David e Alves; do coronel PM Júlio Sérgio, chefe do Estado Maior Geral da PMAM); do tenente-coronel PM Allen. comandante da Academia de Polícia Militar; do tenente-coronel PM Roberto Araújo, comandante do CPE e diretor do 1º Copas; e major PM Almir, coordenador do Esfron; além de outras autoridades civis e militares da Polícia Militar e das Forças Armadas.

Segundo o tenente-coronel PM Roberto Araújo, a realização desse curso faz parte do cronograma de estágios e cursos do CPE para o ano de 2018. ”Nosso objetivo é capacitar cada vez mais os policiais para atuarem de forma técnica no atendimento de ocorrências em ambiente de selva, visando a proteção dos cidadãos e a manutenção da ordem pública no Estado, além de contribuir para a missão institucional da PMAM”, ressaltou.

Missões na selva

Sobre a realização do 1º Copas, o capitão PM Arndt, comandante da COE e coordenador do curso, explica que a capacitação irá especializar policiais militares, federais e civis, bem como os bombeiros militares, para atuarem em missões em área de selva. ”Essa é uma preparação que vai exigir dos profissionais de segurança pública elevado preparo técnico, tático, físico e psicológico e em missões que, por sua natureza, exijam intervenção de tropa especialmente armada e treinada para tal ambiente”.

O 1º Copas conta com um público de 24 policiais militares, sendo 21 da Polícia Militar do Amazonas, 2 da Polícia Militar de Roraima e 1 da Polícia Militar do Acre. O curso terá duração de dois meses e contará com várias instruções ministradas por instrutores capacitados para que os alunos possam adquirir todos conhecimentos necessários para emprego nas operações em ambiente de selva.

Com informações da assessoria