Ponta Negra ganha mais um dia de feira de produtores, a partir deste sábado

O empreendimento contará com a participação de mais de 20 barracas comercializando produtos dos cerca de 600 produtores rurais de 20 municípios do Amazonas e região metropolitana de Manaus- foto: divulgação/Assessoria

Considerada uma das áreas nobres da capital amazonense, a Ponta Negra é um dos principais vetores de crescimento em Manaus. Na região, estão localizados diversos condomínios e áreas residenciais e, ainda, é uma boa opção de passeio, de dia ou de noite, graças à orla da praia e à faixa liberada às quartas e aos domingos.

Atualmente, o bairro passa por desenvolvimento comercial, com a chegada de novos negócios em diversos segmentos, principalmente de alimentação, entre eles, uma feira de produtores, que tem feito sucesso entre os moradores da área, proporcionando comodidade e novas experiências de consumo.

Estacionamento

Realizada no estacionamento coberto (G1) do Shopping Ponta Negra, a feira de produtores acontece todas as quartas, sempre das 16h às 20h, com cerca de 80 produtores. E a partir deste sábado (24), os frequentadores ganharão mais um dia de feira, no horário de 7h às 12h. O evento é realizado em parceria com a Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS), e é uma forma de os consumidores adquirirem produtos com mais qualidade, saudáveis e a preços acessíveis.

Além disso, os produtores também são beneficiados. Com base em cálculos da ADS, a renda familiar dos agricultores aumentou em mais de 80%, com a retirada do atravessador do processo de comercialização.

A estimativa é que apenas nas quartas, cerca de 5 mil pessoas frequentem a feira, segundo o superintendente do Shopping Ponta Negra, Magno Duarte. “Com a rotina e as tarefas do dia a dia, a feira se tornou um point para os moradores do entorno, que acabam se encontrando por aqui, batendo papo e consumindo os produtos regionais”, aponta o gestor, que acredita que aos sábados a feira também será um sucesso já que ainda mais produtores estarão presentes, cerca de 200 ao todo.

 

Passeando pela feira é possível o consumidor encontrar diversos tipos de produtos, que vão de frutas, verduras, legumes, farinhas, açaí, tapioca, temperos, café, doces, queijos, mel, ovos, pães, polpa de frutas, azeite, mudas de plantas e até mesmo o tradicional pastel, tudo produzido pelas mãos de amazonenses.

Com informações da assessoria