Prazo de regularização do Cadastro Único na Prefeitura de Manaus encerra em agosto

759
A revisão cadastral deve ser efetuada para evitar o bloqueio dos benefícios. (Foto: Divulgação / Governo Federal)

Devido ao novo cronograma do Cadastro Único (CadÚnico) estipulado pelo Ministério da Cidadania (MC), a Prefeitura de Manaus alerta aos beneficiários do Programa Bolsa Família (PBF) e Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE), que dia 16 de agosto deste ano é a data-limite para a regularização cadastral das famílias que foram identificadas com cadastros desatualizados ou inconsistentes.

O governo federal realiza a notificação por meio do extrato bancário e carta. A revisão cadastral deve ser efetuada para evitar o bloqueio dos benefícios. O mesmo prazo limite é também para o Grupo 5 e 6 da averiguação cadastral.

O atendimento é realizado pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), das 8h às 14h, de segunda a sexta-feira, em todas as 20 unidades dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), de acordo com sua área de abrangência. O endereço pode ser consultado no link: https://semasc.manaus.am.gov.br/wp-contentuploads201103cras-area-abrangencia-xlsx/

Outro ponto de atendimento é na Sub-Central do Cadastro Único, localizada no Shopping Phelippe Daou, na avenida Camapuã, bairro Jorge Teixeira, zona Leste, e na própria sede da Semasc, na avenida Ayrão com Ferreira Pena, s/nº, Centro.

Segundo a secretária da Semasc, Conceição Sampaio, a prefeitura tem o compromisso de contribuir para que as famílias em situação de vulnerabilidade social tenham acesso aos benefícios socioasssistenciais. “Seguindo a orientação do prefeito Arthur Virgílio Neto, estamos realizando o chamamento das famílias e disponibilizando os postos de atendimento, pois é importante que elas procurem regularizar seus dados cadastrais, para que não percam o benefício”, frisou Conceição Sampaio.

Revisão cadastral

As pessoas que receberam a notificação do governo federal são aquelas cadastradas no Bolsa Família, Tarifa social de Energia Elétrica e Benefício de Prestação Continuada (BPC), os chamados “programas usuários”. Essas são famílias que foram identificadas com cadastros desatualizados por estarem mais de dois anos sem atualizar o CadÚnico e precisam comparecer aos postos de atendimento do município de acordo com o calendário estabelecido.

Averiguação cadastral

Os usuários também estão sendo notificados para avaliação cadastral e precisam ir a um dos postos de atualização do CadÚnico, devido às inconsistências no cadastro, após a verificação do cruzamento da base nacional com outras do governo federal. Esse público precisa regularizar a pendência no CadÚnico para não ter os benefícios sociais bloqueados ou suspensos.

Informações

Para mais informações, os beneficiários podem entrar em contato por meio da Central Municipal de Atendimento do Cadastro Único pelo 0800 280 8810, horário de atendimento, das 8h às 14h, de segunda a sexta-feira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui