Brasil

Prefeito de São Paulo lança o ‘Dronepol’, vigilância e monitoramento por drones

Um dos drones doados pela Dahua Technology tem corpo de fibra de carbono com um peso de 3 quilos. Foto: reprodução
Redação.
Postado por Redação.

São Paulo terá vigilância por drones em breve. O prefeito João Doria anunciou nesta segunda-feira, 24, a criação da “Dronepol”, que terá cinco drones e 15 kits de câmeras que poderão ser usados pela Defesa Civil e pela Guarda Civil Metropolitana para monitoramento de áreas de risco e vigilância em parques municipais.

A prefeitura informa que o equipamento foi doado pela empresa chinesa Dahua Technology em parceria com a empresa PGIDB, sem qualquer custo para o município. O custo estimado dos drones e do kit doado é de R$ 650 mil.

Um dos drones doados pela Dahua Technology tem corpo de fibra de carbono com um peso de 3 quilos. Ele alcança velocidades de até 54 km/h e tem autonomia de voo de até 35 minutos com uma recarga de bateria. O modelo conta com alto-falantes, que permitem seu uso para transmissão de avisos e instruções, e câmeras de alta definição capazes de registrar imagens térmicas. Para finalizar, o sistema é inteligente o bastante para retornar à base em caso de perda de sinal ou bateria fraca, graças ao GPS.

Os outros quatro drones são da marca DJI, pesando cada um 1,3 quilo. Eles resistem a até 30 minutos de voo com uma recarga, e alcançam velocidades de até 72 km/h a uma distância de 7 quilômetros do controle remoto, com câmeras 4K e sensores infravermelhos para detectar obstáculos.

Os kits de câmeras deverão ser instalados tanto nas viaturas quanto nas fardas dos guardas civis, que poderão usar o equipamento parar registrar vídeos, áudios e guardar coordenadas geográficas, além de transmitir os dados pela internet.

Fonte: Olhar Digital

Comentários

comentários


Deixe um comentário