Manaus

Prefeitura de Manaus entrega Terminal 1 revitalizado

Foto: João Viana/Semcom

A Prefeitura de Manaus, por meio do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), iniciou, nesta segunda-feira, (17), as operações no Terminal de Integração 1 (T1) e na Estação de Transferência Arena (E2), importantes plataformas que vão atender os usuários do transporte urbano, localizadas na avenida Constantino Nery.

O diretor-presidente do IMMU, Paulo Henrique Martins, explicou que, com a entrada em operação do T1 e da E2, o transporte público de Manaus passa a funcionar de forma mais integrada.

“A determinação do prefeito David Almeida é clara: a população precisa de um transporte melhor e com mais qualidade. Este é um dos grandes objetivos da administração municipal e a equipe técnica do IMMU está trabalhando em tempo integral, para que a gente consiga melhorar gradativamente. Não vamos corrigir tudo da noite para o dia, mas vamos melhorar de forma gradativa e a cidade toda vai ganhar com essas mudanças”, destacou.

O diretor-presidente adiantou que o órgão irá, nos próximos dias, anunciar o funcionamento dos corredores para ônibus. “Nos próximos dias, iremos fazer funcionar os corredores do lado esquerdo. Vamos anunciar com antecedência quando o usuário de transporte individual não poderá mais utilizar estes corredores, para que os coletivos ganhem velocidade e o usuários de transporte coletivo cheguem em casa ou em seu trabalho mais rápido”, explicou.

Com o funcionamento das plataformas, houve mudanças de itinerário em algumas linhas de ônibus da zona Oeste da cidade que passaram a atender a Estação Arena (E2). As linhas 036, 200, 202, 204, 206, 222, 225, 402 e 407, que faziam o trajeto do bairro até a praça da Saudade e Centro, fazem, agora, o embarque e desembarque de passageiros na Arena-E2, que foi preparada para receber usuários das zonas Oeste, Norte e Centro-Sul. Essas linhas só atenderão como alimentadoras e receberão nova nomenclatura.

Mudanças nas linhas

A linha 036 passa ser denominada A036 e irá atender a Vila Marinho e o bairro Santo Agostinho. A linha 200, que atende os conjuntos Dom Pedro e Promorar, ambos no bairro Alvorada, passará a ser a linha A200. A 202, que atende os bairros Paz e Redenção, vai ser a linha A202. A 204, que faz o itinerário Jardim Versalles e Alvorada, será a linha A204. A linha 206 vai passar a ser a A206, que atende o bairro Redenção. A linha 222, que atende o Promorar e partes do bairro Alvorada, passa a ser A222. A linha 225 está com a numeração de A225 e atende o bairro Nova Esperança. A linha 402, que atende o bairro União, será a linha A402. A 407, no conjunto Jardim Primavera e bairro Parque 10, será a linha A407.

A partir da E2 (Estação Arena), os passageiros têm como opção para o Centro e T1, as linhas 300, 306, 356, 357, 448, 500, 560, 640. A linha 227 vai ao centro pela avenida Djalma Batista; a linha 215 segue em direção ao Ceasa; para o aeroporto, a linha 306 vai fazer o trajeto; a linha 010 segue em direção ao T2 no bairro Cachoeirinha, zona Sul; as linhas 300, 357, 448 e 640 seguem em direção ao T3 no bairro Cidade Nova, zona Norte, e para o T4, as linhas 560 e 640 fazem o itinerário.

A prefeitura informa que os ônibus, que seguiam em direção ao T1 e trafegam pela rua Ferreira Pena, deixam de trafegar por essa via e retornam à avenida Constantino Nery para acessar o T1. As paradas de ônibus que eram provisórias, devido às obras do terminal e que foram construídas ao longo da via, serão desativadas.

Arena E2

A Estação de Transferência Arena (E2) é composta por dois acessos em ambos os sentidos da avenida Constantino Nery. As linhas alimentadoras, que saem do bairro em direção ao centro, vão parar na estação, para que os usuários desçam e acessem as linhas de ônibus troncais, que levarão os passageiros ao centro da cidade.

A E2 vai funcionar como terminal de integração e está toda sinalizada para os usuários identificarem as linhas e trajetos que desejam utilizar. O IMMU mantém fiscais de transportes para monitorar e orientar os usuários.

Terminal 1

Após revitalização e ajustes operacionais, o Terminal de Integração 1 (T1) volta a atender os usuários do transporte público. No local, os passageiros têm acesso às linhas de todas as regiões da cidade. Moradores do entorno podem acessar o terminal por meio de catracas instaladas nas extremidades do local, que oferecem serviços especiais voltados às pessoas com deficiência, como painel em braile e piso tátil, além de rampas projetadas aos cadeirantes.

As informações são da assessoria