Prefeitura orienta sobre fechamento de ruas para o Carnaval

Outra medida adotada foi aumento do prazo mínimo de envio da documentação de 10 para 20 dias de antecedência.

Quem pretende realizar festas de Carnaval em via pública deve antecipar em pelo menos 15 dias antes do evento os procedimentos para obter autorização para a interdição da rua.

O responsável pela concentração de bandas, trios elétricos e carros de sonorização precisa apresentar uma série de documentos em vários órgãos da Prefeitura de Manaus e do Governo do Estado a fim de legalizar a realização do evento.

Taxa

O solicitante paga a Taxa de Expediente no setor de setor de Atendimento da SMTU (R. Barão de Indaiá, n° 336 / Flores – de 8 às 14h) e dá entrada na solicitação para a realização do evento, com informações sobre dia, hora, tempo de duração, trecho da via a ser utilizado (ilustrado em mapa) e sugestões de desvios para veículos.

Nessa etapa inicial, o organizador do evento também deve apresentar um abaixo assinado com, pelo menos, 60% dos moradores da rua concordando com a realização da festa. A SMTU emite uma análise de tráfego de transporte coletivo sobre a via citada na solicitação.

O documento emitido pela SMTU deve ser levado ao Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans). No setor de Atendimento (Av. Tefé, n° 850 / Japiim – de 8 às 14h), o solicitante reitera a requisição para o evento e paga Taxa de Expediente. Técnicos do Manaustrans analisam se a interdição da rua interfere na circulação de veículos e no acesso dos moradores.

Com informações da assessoria